BlogBlogs.Com.Br

CATIVA-ME

Glitter Photos

ESCREVAM-ME!

PROFESSORAS VISITANTES
FICO HONRADA COM O SUCESSO DO LINGUAGEM.
E GRAÇAS A VOCÊS!
SERIA MUITO BOM RECEBER PALAVRINHAS...
QUEM SABE SUGESTÕES,DEPOIMENTOS,ETC.
EMAIL ABAIXO:

Colaboração e Direitos

Colaboração e Direitos Autorais
Olá amiga(o) ,
Fui professora dos projetos "Estímulo À Leitura",
"Tempo Integral" e a favor da leitura lúdica,
afinal, quer momento mais marcante que a fantasia da vida?
Portanto, será um prazer receber sua visita em mais um blog destinado a educação.
Nele pretendo postar comentários e apreciações de materiais didáticos de Língua Portuguesa, além de outros assuntos pertinentes, experiências em sala de aula, enfocando a interdisciplinaridade e tudo que for de bom para nossos alunos.
Se você leu, experimentou, constatou a praticidade de algum material e deseja compartilhar comigo,
esteja à vontade para entrar em contato.
Terei satisfação em divulgar juntamente com seu blog, ou se você não tiver um, este espaço estará disponível dentro de seu contexto.
Naturalmente, assim estaremos contribuindo com as(os) colegas que vêm em busca de sugestões práticas.
Estarei atenta quanto aos direitos autorais e se por ventura falhar em algo, por favor me avise para que eu repare os devidos créditos.
Caso queira levar alguma publicação para seu blog, não se
esqueça de citar o "Linguagem" como fonte.
Você, blogueira sabe tanto quanto eu, que é uma satisfação ver o "nosso cantinho" sendo útil e nada mais marcante que
receber um elogio...
Venha conferir,
seja bem-vinda(o)
e que Deus nos abençoe.
Krika.
30/06/2009

VejaBlog - Seleção dos Melhores Blogs/Sites do Brasil

LINGUAGEM FOI SELECIONADO EM JANEIRO/2011.
OBRIGADA!

Daisypath Anniversary tickers

Daisypath Anniversary tickers

Linguagem social...

Glitter Photos

Comemoração

Glitter Photos
JUNHO 2017
8 ANOS DE LITERATURA INFANTIL

segunda-feira, novembro 07, 2016

Achados e perdidos> Um pinguim aparece.....>Aventura e amizade>07/11/2016


Era uma vez um menino que, um dia, encontrou um pinguim à sua porta…
O menino não sabia de onde é que ele aparecera nem a quem pertencia. 
O pinguim parecia triste, por isso o menino achou que ele devia estar perdido. Então, decidiu ajudá-lo a encontrar o caminho de regresso a casa e, juntos, rumaram ao Pólo Sul…

Aventura mágica de um menino e de um pinguim, esta é uma viagem por mares calmos e tumultuosos, que apela à força dos sonhos através das ilustrações desenhadas a aguarela, este livro foi já adaptado ao cinema de animação pelo realizador Peter Hun.

Atividades
O livro em Portugal chama-se Perdido e achado

Resultado de imagem

Em uma pequena vila litorânea, um pinguim bate à porta da casa em que vive um menino. Surpreso com a visita inusitada, o garoto imagina que a pequena ave está perdida e resolve ajudá-la a encontrar o lugar de onde veio. A procura os leva a diferentes lugares no vilarejo, sem resultados. “Os pinguins vêm do Pólo Sul”, descobre o garotinho ao ler um livro. É o que basta para que ele decida arrumar um pequeno bote e levar a ave até lá. Juntos, então, empreendem uma viagem pelos mares bravios e tempestuosos, contando histórias um para o outro. Até que chegam ao Pólo Sul e precisam se separar.

Sim, é uma história que se conta para crianças, mas que tem a qualidade de transmitir uma poderosa mensagem para os adultos também. O conceito de amizade independe de quantos anos se tem – cinco, quinze ou setenta. Todos temos a capacidade de compreender o que significa ter um amigo e quais as consequências de vê-lo partir.
Ao ler “Achados e Perdidos”, as crianças torcem para que o menino e o pinguim cheguem ao final da história juntos. A amizade, nessa fase da vida, é permeada por uma inocência maravilhosa. Encontrar um amigo é o mesmo que achar um presente, especialmente porque não se exige nada em troca, inexistem interesses secundários, apenas a simples vontade de estar juntos e descobrir coisas novas. Amizade pela amizade em seu sentido mais autêntico.
Ao ler “Achados e Perdidos”, um adulto passa pela estranha sensação de que algo se perdeu em algum ponto da adolescência. Não, não deixamos de ter a capacidade de fazer amigos, inclusive bons amigos, mas parece impossível não se indagar se isso, na verdade, não se trata de forjar alianças para atingirmos objetivos em comum, em vez da união descompromissada que experimentamos na infância.






Link para essa postagem


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário e retornarei assim que for possível.
Obrigada pela visita e volte mais vezes!
Linguagem não se responsabilliza por ANÔNIMOS que aqui deixam suas mensagens com links duvidosos. Verifiquem a procedência do comentário!
Nosso idioma oficial é a LINGUA PORTUGUESA, atenção aos truques de virus.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Mais sugestões...

2leep.com
 
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios