BlogBlogs.Com.Br

CATIVA-ME

Glitter Photos

ESCREVAM-ME!

PROFESSORAS VISITANTES
FICO HONRADA COM O SUCESSO DO LINGUAGEM.
E GRAÇAS A VOCÊS!
SERIA MUITO BOM RECEBER PALAVRINHAS...
QUEM SABE SUGESTÕES,DEPOIMENTOS,ETC.
EMAIL ABAIXO:

Colaboração e Direitos

Colaboração e Direitos Autorais
Olá amiga(o) ,
Fui professora dos projetos "Estímulo À Leitura",
"Tempo Integral" e a favor da leitura lúdica,
afinal, quer momento mais marcante que a fantasia da vida?
Portanto, será um prazer receber sua visita em mais um blog destinado a educação.
Nele pretendo postar comentários e apreciações de materiais didáticos de Língua Portuguesa, além de outros assuntos pertinentes, experiências em sala de aula, enfocando a interdisciplinaridade e tudo que for de bom para nossos alunos.
Se você leu, experimentou, constatou a praticidade de algum material e deseja compartilhar comigo,
esteja à vontade para entrar em contato.
Terei satisfação em divulgar juntamente com seu blog, ou se você não tiver um, este espaço estará disponível dentro de seu contexto.
Naturalmente, assim estaremos contribuindo com as(os) colegas que vêm em busca de sugestões práticas.
Estarei atenta quanto aos direitos autorais e se por ventura falhar em algo, por favor me avise para que eu repare os devidos créditos.
Caso queira levar alguma publicação para seu blog, não se
esqueça de citar o "Linguagem" como fonte.
Você, blogueira sabe tanto quanto eu, que é uma satisfação ver o "nosso cantinho" sendo útil e nada mais marcante que
receber um elogio...
Venha conferir,
seja bem-vinda(o)
e que Deus nos abençoe.
Krika.
30/06/2009

VejaBlog - Seleção dos Melhores Blogs/Sites do Brasil

LINGUAGEM FOI SELECIONADO EM JANEIRO/2011.
OBRIGADA!

Daisypath Anniversary tickers

Daisypath Anniversary tickers

Linguagem social...

Glitter Photos

Comemoração

Glitter Photos
JUNHO 2016
7 ANOS DE LITERATURA INFANTIL

domingo, março 31, 2013

A lenda do quero - quero >Estímulos literários > 31/03/13


Querendo o bem para si e para todos....
A lenda do quero-quero
Era uma vez um pássaro que vivia na floresta.
Ele não sabia por quê mas todas as coisas que ele queria não dava certo.
_ Tudo que eu quero não dá certo!
Ele era muito agitado e só sabia dizer:
_ Quero!
Quando encontrava com os outros pássaros ia só gritando:
_ Quero!
E gritava o tempo todo:
_ Quero!
Um dia achou que ninguém era amigo dele e todos só queriam seu mal...
_ Ninguém gosta de mim!
Ficou muito triste e saiu a andar pela floresta chorando muito.
E mesmo chorando gritava...
_ Quero!
E gritava:
_ Quero!
No alto da árvore estava Dona Coruja que vendo aquele pássaro gritando e chorando não se agüentou e foi até o chão:
_ O que acontece com você? Você quer ajuda?
_ Quero!
_ Você quer um amigo para conversar?
_ Quero!
_ Você quer parar de chorar e ficar alegre?
_ Quero!
O beija-flor que era muito amigo de dona coruja logo disse:
_ Nossa! Será que este pássaro só sabe falar uma palavra? Será que ele não sabe falar outra coisa?
Então dona coruja foi logo dizendo:
_ Meu bom pássaro, você não pode simplesmente querer as coisas. Para ter as coisas na vida é preciso mais. É preciso querer duas vezes.
Então o pássaro pela primeira vez parou de chorar:
_ Como assim?!!
Disse o pássaro com brilho nos olhinhos.
_ Espere vou chamar alguns amiguinhos para te explicar melhor:
_ Para vivermos bem e felizes precisamos sempre querer duas vezes. Querer coisas boas para nós e também para os outros que convivem com a gente.
_ Se eu quero ser respeitado eu preciso querer respeitar os pais, os professores e até mesmo meus amiguinhos.
_ Se eu quero ser amado, tenho também que querer o amor dentro do meu coração e distribuí-lo a todos que estão por perto.
Com um ar feliz o pássaro começou a entender ...
_ Se eu quero que cuidem das minhas coisas eu também tenho que querer cuidas das coisas dos outros para que não estraguem e nem fiquem perdidas.
_ É isso mesmo! Se eu quero proteção tenho também que querer proteger... Se quero carinho tenho também que querer fazer carinho.
_ Se eu quero ter saúde tenho que querer cuidar do meu corpo, querer alimentar e praticar esportes.
_ Ah! Agora eu entendi o que é realmente ser feliz!!!
E foi assim que o pássaro aprendeu que o segredo da felicidade está em querer duas vezes. Querer para si e também para os outros.
E foi assim que o pássaro saiu cantando alegremente:
_ Quero-quero! Quero-quero! Quero-quero!
E até hoje o pássaro vive nas florestas alegrando a todos com seu canto. Dizem que ele serve para lembrar a todos que devemos querer o bem para si e também para os outros.
Livro aqui:



Este pássaro é abençoado pelo povo do sul do Brasil....

Séculos atrás, o rio Grande do Sul era habitado por tribos de índios que se deslocavam de um lugar para o outro.Quando escasseavam os alimentos onde estavam. eles empreendiam longas jornadas.
Levavam tudo o que possuíam: homens, mulheres, crianças, carregando nos braços os pertences. Por isso, andavam devagar.
Eram obrigados, por causa disso, a dormir debaixo apenas das estrelas, que iluminavam o firmamento.
Cansados da jornada que faziam durante o dia, eles entravam em sono profundo, logo ao anoitecer .Ficavam expostos a animais selvagens, como o leão baio.
Esse animal se aproximava furtivamente, surpreendendo os viajantes que dormiam.
A única proteção que eles tinham era uma ave que voa à noite toda em casais.
Essa é uma ave que tem um penacho na cabeça e produz um grito estridente que diz quero-quero. Ao voarem durante à noite, sempre que viam um animal qualquer, produziam o seu grito no trajeto do furtivo caçador.
Esse grito ecoava pela solidão das coxilhas(colinas) e chegavam ao acampamento, dessa forma, os índios acordavam e procuravam proteger-se afugentando todo animal feroz.
Os índios passaram a ser amigos desse pássaro porque ele guardava a noite deles.
Pediram aos pajés que protegessem a essa ave, para que ela nunca fosse perseguida e morta.
Então, os pajés de todas as tribos reuniram-se e rezaram a Tupã.
E até hoje o quero-quero é a sentinela das coxilhas do Rio Grande do Sul.

Cultura gaúcha
Farroupilha
A Lenda do Quero

QueroQuando a Sagrada Família fugia para o Egito, com medo das espadas dos soldados do rei Herodes, muitas vezes precisou se esconder no campo, quando os perseguidores chegavam perto.
Numa dessas vezes, Nossa Senhora, escondendo o Divino Piá, pediu a todos os bichos que fizessem silêncio, que não cantassem, porque os soldados do rei podiam ouvir e dar fé.
Todos obedeceram prontamente, mas o Quero-quero, não: queria porque queria cantar. E dizia: Quero! Quero! Quero!
E tanto disse que foi amaldiçoado por Nossa Senhora: ficou querendo até hoje.

- Conversamos sobre a lenda, sobre o que eles conheciam sobre a família de Jesus etc....
-  Releitura foi feita da seguinte forma: colamos palha na folha e acima dela com a técnica de giz de cera quente, fizemos o desenho do Pássaro Quero-quero.

Vejam mais aqui:


Link para essa postagem


Um comentário:

  1. Todo o tipo de preservação\conservação, é de suma importância. Que beleza, a Lenda do Quero-Quero.

    Passar de geração à geração, a História, em todos os aspectos, é louvável. Um dos papéis da Educação,que você tão bem promove, Krika.

    Votos de um Feliz Domingo de Páscoa.
    Um abraço,
    da Lúcia

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário e retornarei assim que for possível.
Obrigada pela visita e volte mais vezes!
Linguagem não se responsabilliza por ANÔNIMOS que aqui deixam suas mensagens com links duvidosos. Verifiquem a procedência do comentário!
Nosso idioma oficial é a LINGUA PORTUGUESA, atenção aos truques de virus.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Mais sugestões...

2leep.com
 
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios