BlogBlogs.Com.Br

CATIVA-ME

Glitter Photos

ESCREVAM-ME!

PROFESSORAS VISITANTES
FICO HONRADA COM O SUCESSO DO LINGUAGEM.
E GRAÇAS A VOCÊS!
SERIA MUITO BOM RECEBER PALAVRINHAS...
QUEM SABE SUGESTÕES,DEPOIMENTOS,ETC.
EMAIL ABAIXO:

Colaboração e Direitos

Colaboração e Direitos Autorais
Olá amiga(o) ,
Fui professora dos projetos "Estímulo À Leitura",
"Tempo Integral" e a favor da leitura lúdica,
afinal, quer momento mais marcante que a fantasia da vida?
Portanto, será um prazer receber sua visita em mais um blog destinado a educação.
Nele pretendo postar comentários e apreciações de materiais didáticos de Língua Portuguesa, além de outros assuntos pertinentes, experiências em sala de aula, enfocando a interdisciplinaridade e tudo que for de bom para nossos alunos.
Se você leu, experimentou, constatou a praticidade de algum material e deseja compartilhar comigo,
esteja à vontade para entrar em contato.
Terei satisfação em divulgar juntamente com seu blog, ou se você não tiver um, este espaço estará disponível dentro de seu contexto.
Naturalmente, assim estaremos contribuindo com as(os) colegas que vêm em busca de sugestões práticas.
Estarei atenta quanto aos direitos autorais e se por ventura falhar em algo, por favor me avise para que eu repare os devidos créditos.
Caso queira levar alguma publicação para seu blog, não se
esqueça de citar o "Linguagem" como fonte.
Você, blogueira sabe tanto quanto eu, que é uma satisfação ver o "nosso cantinho" sendo útil e nada mais marcante que
receber um elogio...
Venha conferir,
seja bem-vinda(o)
e que Deus nos abençoe.
Krika.
30/06/2009

VejaBlog - Seleção dos Melhores Blogs/Sites do Brasil

LINGUAGEM FOI SELECIONADO EM JANEIRO/2011.
OBRIGADA!

Daisypath Anniversary tickers

Daisypath Anniversary tickers

Linguagem social...

Glitter Photos

Comemoração

Glitter Photos
JUNHO 2016
7 ANOS DE LITERATURA INFANTIL

domingo, setembro 16, 2012

Aparício> Literatura>Imaginação>Artes>Massa de modelar> 16/09/12


Aparício

Aparício veio do mar. Ele não era concha, nem estrela e nem peixe.
Quem o encontrou foi seu pai, que há muito o esperava, um verdadeiro presente dos céus.
Por onde andava, espalhava alegria.
Ele fazia milagres, mas não era santo - também subia em árvores e até brigava às vezes.
Mas o tempo passou, Aparício cresceu e...
Lelis, o ilustrador desta história, não conheceu Aparício pessoalmente, mas no mundo dos sonhos aonde só os ilustradores vão quando dormem.
 Num barco de pescadores, Aparício nasceu, ou apareceu?, e logo um pai encontrou.
Menino como qualquer outro, fazia estripulias, mas também conversava com o céu e com o mar, trazendo chuva e enchendo as redes de peixe.
 Menino Aparício cresceu e o mar que o trouxe também o levou.
As aquarelas de Lelis carregam o leitor nessa jangada para o mundo da imaginação.   http://editoradcl.com.br/Produto/82/aparicio/72

Texto by krika
" Existia uma noite linda, cheinha de estrelas brilhantes. Céu azul e lua com cara de feliz.
Quando a noite se fez dia, amanheceu cor-de-rosa, mar calmo batendo nas pedras,espuma branquinha,
acariciando a areia da praia...
Galos, bois e vacas ,cavalos e passarinhos davam " bom dia!"
Cada um de seu jeito...
Crianças acordavam em toda parte, daquele lado da terra..."
Neste ambiente de paz Aparício nasceu ou apareceu...
Ninguém sabe sua origem. De estrela do mar até transformar-se em menino,ao redor de curiosos e versões diversas, só sabemos que Zé Pedro o achou e o adotou como seu filho adorado.
O tempo passou, Aparício era querido por todos.
Quem estivese triste e fosse conversar com ele ficava alegre como um passe de mágica.
Até coisas do coração, paixão recolhida,saudades, solidão, Aparício resolvia tudo...
Aparício também ajudava seu pai na pesca. Se os peixes não surgiam, lá ía Aparício conversar com o mar.
Se faltava chuva, ele conversava com o vento.Se era chuva em demasia, misteriosamente,ele cochichava
com os pingos e tudo se  resolvia.
As pessoas ficavam na dúvida, outras achavam que era mentira, e por aí a vida seguia cheia de surpresas aprontadas por Aparício.Por fim, as pessoas não questionavam mais e aceitavam os milagres de Aparício.
Com toda esta ocupação, Apa´ricio ainda tinha tempo para sre um menino normal,. Brincava, ía a escola, esqueicia de fazer as tarefas, brigava com os amigos, fazia travessuras, enfim, tudo que um garotinho faz.

" O tempo foi passando,veio sol, inverno, dor de dente, joelho machucado, dores de  barringa. Muitas luas depois Aparício se tornou um rapaz."

Um homem alegre, prestativo, carinhoso. Aparício era alto,magro, barbudo.Tornou-se pescador como seu pai e continuava iluminado, semeando amor por todos os lados.
Todas as manhãs, após seu café com pão,ele se dirigia ao mar para a pesca cortumeira.
Certo dia, após sua partida,muitos viram um enorme arco-íris caindo no mar. Os peixes pulavam bem alto.
Pessoas juravam ter visto uma estrela do mar subir aos céus...
Ninguém sabe a verdade, a não ser que Aparício não retornou a praia.
Zé Pedro dizia que seu filho adorado foi para o outro lado da terra.
Aparício virou mar,terra,luz, estrela e lenda...
E uma linda história de pescador!

Após a leitura desta história,vamos trabalhar a imaginação, utilizando massas de modelar:

O uso da imaginação por meio das animações de massinha
Obs>A autora desta aula utilizou a história da Branca de Neve.
O que o aluno poderá aprender com esta aula
O principal objetivo desta aula é produzir animações e estimular a imaginação da criança por meio de um computador e massa modelar, onde os alunos poderão produzir um vídeo e ser exibido ao ser finalizado.
Duração das atividades
4 aulas, aproximadamente 4 horas de cada aula
Conhecimentos prévios trabalhados pelo professor com o aluno
Os alunos devem estar no processo de alfabetização.
Estratégias e recursos da aula
AULA 1:
1.Apresentar aos alunos o objetivo desse trabalho de massinha juntamente com a animação, e em seguida mostrar as seguintes imagens:
E os vídeos disponíveis no youtube:

2= Depois de apresentar as imagens e os vídeos e, principalmente, o objetivo do trabalho, que é fazer uma animação com a massinha, a professora deverá separar os alunos em grupo.

3= Após separar os alunos, cada grupo deverá fazer um roteiro que dará origem na animação, onde deverá estar inserido os personagens, a introdução, desenvolvimento e o final da história.

4= Usaremos a história do Aparício.

AULA 2:
1= Depois de ter produzido o roteiro, a professora deverá entregar as massinhas de modelar, de preferência colorida, para cada grupo.
2= Cada grupo deverá modelar os personagens que estão inseridos dentro do seu roteiro.




3= Terminado de ter feito os personagens, a professora auxiliará na câmara para tirar foto de cada movimento do personagem, ou seja, o grupo ajudará em cada traço de movimento seguido do roteiro, e a professora irá tirar cada foto relacionado diretamente com os movimentos.
4= Após a professora ter terminado de tirar as fotos, ela mesma poderá transferir as fotos para o programa Movie Maker, ou seja, a professora irá juntar as fotos no programa que vai gerar um vídeo com os conjuntos das fotos do determinado grupo.

AULA 3
1= A professora irá exibir os vídeos produzidos para a turma
2= Ao longo da demonstração dos vídeos, cada grupo terá o direito de explicar o porquê escolheu o tema, se acharam difícil produzir uma animação de massinha, e os outros grupos, caso queiram, poderão perguntar ou até mesmo elogiar o trabalho do outro grupo.
3= Depois de ter terminado as exibições, cada aluno deverá descrever como foi a experiência de relacionar a arte com o vídeo.
Obs> Não havendo possibilidades desta etapa, faça um roteiro único, onde as crianças farão o Aparício, seu pai, estrela do mar, lua,etc...
Monte uma maquete.
Outra proposta seria a reescrita da história.
Recursos Complementares
Um link falando do programa Movie Maker :
básica Introdução ao Windows Movie Maker
Como fazer animação com bonecos
Avaliação
■Observar se os alunos tem alguma dificuldade na elaboração dos roteiros.
■Verificar a participação de cada aluno inserido no grupo.
■Tentar identificar os interesses de cada um para a produção da animação, onde estará incluído a cooperação e o diálogo.
■Perceber, por meio do texto efetuado pelo aluno no final da exibição do filme, a concepção dele entre a arte coligado com a mídia.


Vejam: Projetos Linguagem e Afins



Link para essa postagem


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário e retornarei assim que for possível.
Obrigada pela visita e volte mais vezes!
Linguagem não se responsabilliza por ANÔNIMOS que aqui deixam suas mensagens com links duvidosos. Verifiquem a procedência do comentário!
Nosso idioma oficial é a LINGUA PORTUGUESA, atenção aos truques de virus.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Mais sugestões...

2leep.com
 
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios