BlogBlogs.Com.Br

CATIVA-ME

Glitter Photos

ESCREVAM-ME!

PROFESSORAS VISITANTES
FICO HONRADA COM O SUCESSO DO LINGUAGEM.
E GRAÇAS A VOCÊS!
SERIA MUITO BOM RECEBER PALAVRINHAS...
QUEM SABE SUGESTÕES,DEPOIMENTOS,ETC.
EMAIL ABAIXO:

Colaboração e Direitos

Colaboração e Direitos Autorais
Olá amiga(o) ,
Fui professora dos projetos "Estímulo À Leitura",
"Tempo Integral" e a favor da leitura lúdica,
afinal, quer momento mais marcante que a fantasia da vida?
Portanto, será um prazer receber sua visita em mais um blog destinado a educação.
Nele pretendo postar comentários e apreciações de materiais didáticos de Língua Portuguesa, além de outros assuntos pertinentes, experiências em sala de aula, enfocando a interdisciplinaridade e tudo que for de bom para nossos alunos.
Se você leu, experimentou, constatou a praticidade de algum material e deseja compartilhar comigo,
esteja à vontade para entrar em contato.
Terei satisfação em divulgar juntamente com seu blog, ou se você não tiver um, este espaço estará disponível dentro de seu contexto.
Naturalmente, assim estaremos contribuindo com as(os) colegas que vêm em busca de sugestões práticas.
Estarei atenta quanto aos direitos autorais e se por ventura falhar em algo, por favor me avise para que eu repare os devidos créditos.
Caso queira levar alguma publicação para seu blog, não se
esqueça de citar o "Linguagem" como fonte.
Você, blogueira sabe tanto quanto eu, que é uma satisfação ver o "nosso cantinho" sendo útil e nada mais marcante que
receber um elogio...
Venha conferir,
seja bem-vinda(o)
e que Deus nos abençoe.
Krika.
30/06/2009

VejaBlog - Seleção dos Melhores Blogs/Sites do Brasil

LINGUAGEM FOI SELECIONADO EM JANEIRO/2011.
OBRIGADA!

Daisypath Anniversary tickers

Daisypath Anniversary tickers

Linguagem social...

Glitter Photos

Comemoração

Glitter Photos
JUNHO 2016
7 ANOS DE LITERATURA INFANTIL

quinta-feira, outubro 18, 2012

Literatura>Pra boi dormir> Rimas>Poemas para brincar>Portinari> Maria vai com as outras>18/10/12

TRABALHANDO COM RIMAS

Autor: Simone de Alencastre Rodrigues
Reconhecer nos textos palavras que rimam.
Desenvolver a consciência fonológica por parte das crianças.
Comparar a grafia de palavras que se repetem.
Identificar as rimas nas palavras.
Duração das atividades
4 aulas de 50 minutos cada
Conhecimentos prévios trabalhados pelo professor com o aluno
Ser leitor e escritor iniciante.
Estratégias e recursos da aula
Recursos da aula:
Poesias: Convite - José Paulo Paes
Infância - Sônia Miranda
Primeira atividade: Leitura do poema
Inicie sua aula lendo o poema de José Paulo Paes, que servirá como motivador para as atividades que serão sugeridas:
Capa do livro de onde foi retirado o poema






Aqui outros poemas



Poema:
CONVITE



Poesia
é brincar com palavras
como se brinca
com bola, papagaio, pião.
Só que
bola, papagaio,pião
de tanto brincar
se gastam.
As palavras não:
quanto mais se brinca
com elas
mais novas ficam.
Como a água do rio
que é água sempre nova.
Como cada dia
que é sempre um novo dia.
Vamos brincar de poesia?
José Paulo Paes



Pergunte à turma sobre o que trata o poema.
Enfoques diferentes de interpretação proporcionam a possibilidade dos alunos apresentarem estratégias de pensamento sobre um mesmo tema.
Demonstra, também, as fantasias das crianças e sua relação com o mundo.
Indague os alunos sobre o conhecimento de outros poemas. Observe quem não participou da atividade proposta para que se possa auxiliá-lo com alguns livros que o aluno poderá levar para casa para fazer uma leitura individual ou com a família.



Segunda Atividade: Leitura e descoberta das rimas
Convide-os para brincar com as palavras através do poema "Infância" de Sonia Miranda.
Leia o poema para turma e peça que prestem atenção e procurem descobrir como a autora brincou com as palavras.
Anote os comentários para que depois sejam socializados pela turma de acordo com as propostas apresentadas pelos alunos.
Capa do livro de onde foi retirado o texto:







INFÂNCIA




Aninha
pula amarelinha
Henrique
brinca de pique
Marília
de mãe e filha
Marcelo
é o rei do castelo
Mariazinha
sua rainha
Carola
brinca de bola
Renato
de gato e rato
João
de polícia e ladrão
Joaquim
anda de patins
Tieta
de bicicleta e
Janete
de patinete
Lucinha!
Eu estou sozinha.
Você quer brincar comigo?



Distribua uma cópia do poema para cada aluno.
Peça que releiam e grifem as palavras que combinam, ou seja, que possuem o som parecido.
Liste no quadro as descobertas de modo que fique visível a grafia e favoreça a percepção de que há similaridade de som e de escrita.
Relacione os nomes apresentados no poema às brincadeiras correspondentes.
Divida a turma em duplas e entregue uma estrofe.
Peça que ilustrem.
A professora deverá interagir com os grupos para as orientações necessárias.



Terceira atividade: Criando novas rimas
Proponha que criem novas rimas com os nomes deles.
Comente sobre o cuidado no uso das palavras para que rimas com o nome dos amigos não os magoem.
Organize um momento para as apresentações.
Registre as descobertas dos alunos em relação às rimas.
Mais uma vez, ajude-os na percepção oral e escrita, marcando as terminações das palavras que compõe as rimas.



Quarta atividade: Jogo da memória das rimas
Aproveite para lançar um novo desafio:
Ainda em duplas, entregue várias imagens.
Os alunos deverão formar pares a partir das rimas que se formam.
Exemplo: Deverão descobrir que gato é par do sapato, pois rimam.
Casa rima com asa e assim por diante.
Depois que cada dupla formar os pares entregue tiras de papel e peça que anotem os nomes das figuras e marquem os finais.
Embora esta atividade tenha como objetivo principal o trabalho com as rimas, ela permite ao professor estimular a construção da escrita em turmas no início desse processo, pois trabalha com a escrita de palavras marcando partes que se repetem, despertando as crianças para a percepção de que para escrever alguns finais das rimas utilizamos as mesmas letras para grafá-los.



Quinta atividade: Finalizando a aula
Finalize sua aula lendo o livro Maria-vai-com-as-outras de Sylvia Orthof, que apresenta no texto muitas rimas, e observe se os alunos irão perceber essa característica na obra da autora






Junto com a turma relembre as rimas da história e registre no quadro.
Converse com a turma sobre o que eles aprenderam com a aula e se gostaram das poesias apresentadas.

Recursos Complementares
Os livros abaixo são de excelente qualidade e apresentam rimas.
Aproveite para utilizá-los em outras aulas sobre o tema.
VOCÊ TROCA?
Coleção: HORA DA FANTASIA
Autor: FURNARI, EVA
Editora: MODERNA EDITORA
ASSIM ASSADO
Coleção: HORA DA FANTASIA
Autor: FURNARI, EVA
Editora: MODERNA EDITORA



Avaliação
A avaliação ocorrerá durante toda aula onde o professor poderá observar nas atividades propostas se os alunos aprenderam a reconhecer nos textos palavras que rimam e desenvolveram a consciência fonológica identificando partes que se repetem nas palavras trabalhadas, além de verificar se conseguem criar novas rimas.
A professora também avaliará os registros que os alunos apresentaram.
Avalia-se como que os alunos estão lidando com o uso da linguagem poética e com a linguagem de rimas.


Mais atividades com o livro Pra boi dormir
Interpretação de texto.
INFÂNCIA
ANINHA PULA AMARELINHA
HENRIQUE BRINCA DE PIQUE
MARÍLIA BRINCA DE MÃE E FILHA
MARCELO É O REI DO CASTELO
MARIAZINHA SUA RAINHA
CAROLA BRINCA DE BOLA
JOÃO DE POLÍCIA E LADRÃO
JOAQUIM ANDA DE PATINS
TIETA DE BICICLETA
E JANETE DE PATINETE.
LUCINHA! EU ESTOU SOZINHA.
VOCÊ QUER BRINCAR COMIGO?



Sonia Miranda. Pra boi dormir.
Rio de Janeiro: Record, 1999.



1. Infância é o período da vida das pessoas que fica entre o nascimento e a adolescência. É o momento em que você está vivendo. Por que o texto tem esse título?
2. Responda de acordo com o texto.
Quem brinca...
a) De polícia e ladrão?
b) De mãe e filha
c) De pique
d) De amarelinha?
e) De rainha?
f) De rei do castelo?
3. No texto existe uma criança procurando alguém para brincar. Quem é?
4. Por que é importante ter amigos?
5. Escreva o nome de três amigos com quem você gosta de brincar.
“Aprendemos que as palavras são compostas por letras,que juntas formam as sílabas.”
6. Escreva nos quadrinhos os números de letras que há em cada palavra:
João   Marcelo   Aninha
7. Agora escreva as palavras abaixo no quadro de acordo com o número de sílabas:



PALAVRAS COM 2 SÍLABAS      PALAVRAS COM 3 SÍLABAS



8. Escreva as palavras acima em ordem alfabética:
“Também aprendemos que as palavras podem ser escritas com letra inicial maiúscula ou letra inicial minúscula.”



9. Leia o texto abaixo e circule as palavras que foram escritas com inicial maiúscula:
Minha turma é divertida.
Felipe gosta de brincar de pega-pega com Antônio, que corre atrás de Marina, que corre atrás de Lara, que usa tiara.
Já a Rita, que usa fita, adora brincar de boneca com Rebeca.
10. Por que essas palavras estão escritas com letra inicial maiúscula?
11. Um dos gêneros textuais que você conheceu na aula de língua portuguesa foi o poema.
Leia o poema abaixo e pinte as palavras que rimam
AMIZADE
É GOSTOSO E DIVERTIDO,
NÃO TEM RISCO, NEM PERIGO,
A VIDA GANHA MAIS SENTIDO,
QUANDO SE TEM UM AMIGO
12. Produção de texto
Que tal terminar a avaliação escrevendo uma mensagem para um amigo da sala?
Você pode mandar o recado que quiser.
Na hora de escrever não esqueça de:
• Escrever o nome de quem vai receber a mensagem;
• Escrever uma mensagem clara;
• Colocar uma despedida;
• Assinar sua mensagem;
• Colocar a data.







Desdobramentos: Infância



1- Neste poema, até as palavras deram um jeito de brincar. Leia e descubra que brincadeira é essa.
Que tal trocar os nomes das crianças do poema pelos nomes dos colegas da classe?
2-Você acabou de ler um poema que fala de brincadeiras bem conhecidas.
A seguir, você vai ver a reprodução de um quadro do pintor Cândido Portinari.
Essa obra foi criada há bastante tempo, em 1940, e chama-se *Crianças brincando*.
Descrição da obra
O céu tem estrelas com um pedacinho da lua aparecendo atrás do morro (uma favela iluminada).
Quatro crianças estão brincando, num campinho de terra com algumas árvores, na parte de baixo do morro.
Duas estão numa gangorra.
O menino que está no lado alto da gangorra tem os braços abertos e as pernas colocadas para trás.
O do lado oposto, está chegando ao chão.
Ele tem a cabeça curva e as pernas estão meio encolhidas.
Os outros dois meninos, um está sentado sobre uma pedra, ao lado direito da gangorra e, o do lado esquerdo da gangorra, está em pé, de costas para os outros três e tem os braços erguidos para frente, como se jogasse alguma coisa para o alto.






*Crianças brincando* (1940), Cândido Portinari. Óleo sobre tela, Coleção Fundação Emílio Odebrecht, Salvador, Bahia.
Desenhe no quadro abaixo a brincadeira de que você mais gosta.



Estudo do texto
Interpretação
O pintor Cândido Portinari nasceu em Brodósqui, uma cidade do interior de São Paulo, em 1903, e faleceu em 1962, vítima de intoxicação provocada pelas tintas que usava.
Este é o pintor Cândido Portinari, pintado por ele mesmo em 1956.
É um auto-retrato.









Homem meio calvo, com cabelos castanhos claros. Ele usa óculos e tem rugas em volta dos lábios.
Legenda: *Auto-retrato* (1956), Cândido Portinari. Óleo sobre tela,  Coleção particular, São Paulo -- SP.  ( não encontrei esta imagem)
Desde pequeno, ele gostava de desenhar e de pintar.
Aos 9 anos trabalhou como auxiliar na pintura do forro da igreja de sua cidade.
Ele ficou encarregado de fazer as estrelas.
Aprendeu, então, o*spolvero*, uma técnica de pintura em que se utiliza um saquinho cheio de tinta em pó que é batido sobre moldes de papel vazado com formatos diversos.
Cândido desenhava em todo pedaço de papel que achava... até que seu pai o levou para estudar desenho com um senhor que copiava estampas de santos.

1. Desenhe, em torno do auto-retrato de Portinari, o mesmo que ele desenhou no forro da igreja de sua cidade aos 9 anos.
Para conseguir o efeito *spolvero*, você pode usar raspas de lápis de cor, lápis de cera ou, se possível, purpurina.
Portinari amava as crianças e adorava conversar com elas.
As crianças e suas brincadeiras serviram de tema para muitas de suas obras.
Ele dizia: "Sabem por que é que eu pinto tanto menino em gangorra e balanço?
Para botá-los no ar, feito anjos."

2. O que estão fazendo as crianças pintadas por Portinari no quadro *Crianças brincando*?



3. Onde acontece a brincadeira retratada pelo pintor?



4. É noite ou dia? Como você sabe?



5. Observe o menino que está no alto da gangorra e conte o que ele está fazendo e por quê?



6. Explique o que está fazendo o menino que está no outro lado da gangorra.



7. Conte aos colegas como você brinca numa gangorra e num balanço. É comum as crianças brincarem de gangorra hoje?



8. Em sua turma, quem seria seu parceiro ideal para brincar de gangorra? Por quê?



9. Agora, fale um pouco aos colegas sobre as crianças retratadas pelo artista. Como são elas? Você acha que ele conseguiu colocá-las no ar como se fossem anjos?



10. Você gostou desse quadro de Portinari? Por quê? Comente com os colegas e com o professor.



Fonte: Tem mais aqui ( estudo diminuitivo/aumentativo/ligado à brincadeiras, bem interessante)



QUEM É?



QUEM BRILHA NO CÉU?
- O SOL.
QUEM BRILHA NA FOLHA?
- O ORVALHO.
QUEM BRILHA NO ESPELHO?
- EU.



Converse com os seus colegas e a professora sobre as idéias abaixo:
. De acordo com o texto, muitas coisas brilham. O que brilha?
. Você conhece outras coisas que brilham e que não aparece no texto?
. O sol brilha no céu do mesmo jeito que você brilha no espelho?
. É possível uma pessoa brilhar sem ser no espelho?
. Pense em alguém que você ache brilhante. Depois responda: quem é essa pessoa?
. Para que servem os espelhos?
. Olhe-se no espelho. Observe bem como você é, como é seu rosto, seu cabelo, como é sua boca, a cor dos seus olhos. Agora, desenhe você:



Atividade Nome: tem mais aqui: Bem interessante!


Poemas para cantar

Introdução
Nesta sequência de atividades, além de ampliar seu repertório musical, as crianças podem conhecer um pouco mais sobre a canção, uma composição normalmente curta, que combina melodia com poesia.
Objetivos
- Ampliar o repertório musical das crianças
- Aprender a ouvir/apreciar músicas diversas
-Conhecer alguns poemas ou obras literárias musicadas

Mais sobre Música
Especial
Ano
1 º ano
Conteúdos específicos
Escuta musical
Repertório musical
Canções

Poesias

Tempo estimado

Um semestre
Material necessário
Você vai precisar de alguns livros e de um aparelho de som.
Para a realização desta sequência, sugerimos algumas obras musicais com as características pedidas pela atividade:
CDs: A Arca de Noé - volumes 1 e 2 (poemas de Vinícius de Moraes), Universal; De Paes para Filhos, de Paulo Bi (poemas de José Paulo Paes), MCD Records; Quero Passear, do Grupo Rumo, Palavra Cantada; Canções dos Direitos das Crianças, diversos artistas, Movieplay.
•Especial Música na Escola
•Roteiro didático: Ensino de Música nas séries iniciais
•Coletânea de Cantigas de Roda
•Entrevista com Violeta de Gainza sobre Educação Musical



Desenvolvimento das atividades
Ouvir canções em roda
Na primeira atividade, leve o aparelho de som e apresente para a classe o que escutarão juntos. Conte às crianças que algumas das canções que vão ser ouvidas foram originalmente escritas como poesia.
Esse é o caso, por exemplo, das faixas que compõem o CD A Arca de Noé, cujas letras são de Vinícius de Moraes, que só ganharam o acompanhamento da música muito tempo depois de terem sido criadas.
Leia os poemas, textos ou letras das canções antes e também depois de ouvir a música.
 Procure deixar ao alcance das crianças, os livros em que estão os poemas ou textos musicados, para que eles sejam manuseados após a roda de leitura e música, e também em outros momentos do dia.
Ao fim de um período, todos devem saber cantar as músicas aprendidas, e podem cantar com a gravação.
Faça com que a atividade de escutar canções e poemas musicados seja um momento especial: crie uma aconchegante roda de música, na própria sala de convívio diário, e realize esse encontro, por exemplo, duas ou três vezes por semana.
Depois de conhecidas, as músicas passarão a fazer parte do repertório das crianças, e poderão ser tocadas e ouvidas em outros momentos do dia.



Avaliação
Quando a atividade envolve música, é importante que o professor não compare as aprendizagens, mas que consiga observar as características de cada criança dentro do grupo. Ao escutar uma canção, elas não manifestam seu prazer e seu interesse da mesma maneira.
 Nem todas dançam ou batem palmas; algumas preferem se manter atentas, apenas escutando, o que não significa não gostar do que ouvem.
É importante que o professor reconheça as manifestações de prazer e desprazer de seus alunos diante da música.
Ele pode organizar rodas de apreciação musical, em que todos conversarão sobre suas músicas preferidas, sobre porque gostam ou não de determinada
 obra. Com isso em mente, podem ser bons critérios de observação:
- As crianças incorporaram canções apresentadas na roda de música ao seu repertório? Cantam-nas espontaneamente?
- As crianças se interessaram em procurar e localizar os poemas/letras de canções nos livros?
- As crianças pedem, em outros momentos do dia, para que o professor toque as canções que escutaram na roda de música?






Poesia : Convite - José Paulo Paes - Criação de uma poesia a partir de outra poesia

  
 GATO DA CHINA



Era uma vez
um gato chinês
que morava em Xangai
sem mãe e sem pai
que sorria amarelo
para o Rio Amarelo
com seus olhos puxados
um pra cada lado
Era um gato mais preto
que tinta nanquim
de bigodes compridos
feito um mandarim
que quando espirrava
só fazia “chin!”
Era um gato esquisito
comia com palitos
e quando tinha fome
miava “ming-au!”
mas lambia o mingau
com sua língua de pau
Não era um bicho mau
esse gato chinês
era até legal
quer que eu conte outra vez?
José Paulo Paes







Livro aqui e atividades
Desenhos :
Texto e interpretação

O que é necessário para uma ovelha dar uma requebrada na vida e modificar todo o seu caminho? Dos textos mais bem comportados de Sylvia Orthof, a história de Maria, que ia sempre com as outras ovelhas, é uma das primeiras delícias que conheci.
O texto é uma fábula contemporânea, arejada com a precisão de uma lengalenga, com rimas marcando o ritmo e um refrão ecoante, no final de cada situação: Maria ia sempre com as outras. Ela ia pra baixo, ia pra cima. Ia pro deserto, ia pro pólo s
ul. Até que as coisas começaram a apertar... Foram todas comer jiló, Maria detestava jiló, mas como as outras ovelhas comiam, Maria comia também.
É neste instante que o narrador se manifesta, com uma simples e enfática exclamação:
“Que horror!” E, não-mais-que de repente, Maria pensa pela primeira vez. Bastou?
Que nada, Maria continua seguindo o rebanho... Até que vão as ovelhas para o alto do morro do Corcovado e, de lá, saem pulando fofinhas e faceiras pra dentro da lagoa, muito, muito abaixo. Conseguiram? Que nada! E Maria?
A Maria que vemos na ilustração é uma ovelhinha diferente: não tem as pestanas fechadas, nem o sorriso vermelhamente angelical.
Ela não é uma ovelha cinza no meio da alvura azulada do rebanho — é, aliás, bem parecida com a maioria. Porém, sofre, como sofre, pega gripe, insolação...
Tudo porque não sabe caminhar por onde quer o seu pé! Sylvia Orthof dá um desfecho simples à história com um recado sorridente, gracejando leve com os leitores, com as ovelhas e com o narrador.
Agora, leia você o livro e tire suas próprias conclusões!
Comentários de Peter O'Sagae
Dobras da Leitura











Link para essa postagem


4 comentários:

  1. Muito bom o seu blog. Obrigada por compartilhar tantas coisas.

    ResponderExcluir
  2. O seu blog é ótimo. Obrigada por compartilhar tantas coisas.

    ResponderExcluir
  3. Obrigada pelo recadinho, isto me estimula a fazer sempre mais!

    ResponderExcluir
  4. Oi Krika!
    Vim te visitar e curtir estas postagens.Precisava de material assim para meu trabalho identidade com os alunos.Obrigada!
    Bjos e bom fim de semana.

    ResponderExcluir

Deixe seu comentário e retornarei assim que for possível.
Obrigada pela visita e volte mais vezes!
Linguagem não se responsabilliza por ANÔNIMOS que aqui deixam suas mensagens com links duvidosos. Verifiquem a procedência do comentário!
Nosso idioma oficial é a LINGUA PORTUGUESA, atenção aos truques de virus.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Mais sugestões...

2leep.com
 
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios