BlogBlogs.Com.Br

CATIVA-ME

Glitter Photos

ESCREVAM-ME!

PROFESSORAS VISITANTES
FICO HONRADA COM O SUCESSO DO LINGUAGEM.
E GRAÇAS A VOCÊS!
SERIA MUITO BOM RECEBER PALAVRINHAS...
QUEM SABE SUGESTÕES,DEPOIMENTOS,ETC.
EMAIL ABAIXO:

Colaboração e Direitos

Colaboração e Direitos Autorais
Olá amiga(o) ,
Fui professora dos projetos "Estímulo À Leitura",
"Tempo Integral" e a favor da leitura lúdica,
afinal, quer momento mais marcante que a fantasia da vida?
Portanto, será um prazer receber sua visita em mais um blog destinado a educação.
Nele pretendo postar comentários e apreciações de materiais didáticos de Língua Portuguesa, além de outros assuntos pertinentes, experiências em sala de aula, enfocando a interdisciplinaridade e tudo que for de bom para nossos alunos.
Se você leu, experimentou, constatou a praticidade de algum material e deseja compartilhar comigo,
esteja à vontade para entrar em contato.
Terei satisfação em divulgar juntamente com seu blog, ou se você não tiver um, este espaço estará disponível dentro de seu contexto.
Naturalmente, assim estaremos contribuindo com as(os) colegas que vêm em busca de sugestões práticas.
Estarei atenta quanto aos direitos autorais e se por ventura falhar em algo, por favor me avise para que eu repare os devidos créditos.
Caso queira levar alguma publicação para seu blog, não se
esqueça de citar o "Linguagem" como fonte.
Você, blogueira sabe tanto quanto eu, que é uma satisfação ver o "nosso cantinho" sendo útil e nada mais marcante que
receber um elogio...
Venha conferir,
seja bem-vinda(o)
e que Deus nos abençoe.
Krika.
30/06/2009

VejaBlog - Seleção dos Melhores Blogs/Sites do Brasil

LINGUAGEM FOI SELECIONADO EM JANEIRO/2011.
OBRIGADA!

Daisypath Anniversary tickers

Daisypath Anniversary tickers

Linguagem social...

Glitter Photos

Comemoração

Glitter Photos
JUNHO 2017
8 ANOS DE LITERATURA INFANTIL

quinta-feira, novembro 12, 2015

O comedor de nuvens>Estímulos afro/brasileiros>12/11/2015


Dia 20 de novembro
Dia da conscientização negra

A leitura habitual de histórias com personagens negros desempenhando os mais diferentes papéis é fundamental para formar pessoas que valorizam a diversidade

Paula Takada 
Criar condições para o desenvolvimento de atitudes de respeito à diversidade é uma das responsabilidades das escolas durante toda a Educação Básica. Para que as crianças aprendam a valorizar o diferente, é preciso, desde cedo, trabalhar a questão rotineiramente e não apenas em datas comemorativas.
Uma das possibilidades de ter o respeito às diferentes etnias presente no cotidiano das crianças é incluir na atividade permanente de leitura histórias vividas por representantes dos váriados grupos étnicos desempenhando os mais diversos papéis.
Para a antropóloga e escritora Heloisa Pires Lima, ao longo do século 20, as representações dos negros nos livros infanto-juvenis brasileiros foram muito limitadas, refletindo – e, às vezes, denunciando – as condições dessas pessoas na sociedade. “Na literatura, os papéis reservados aos negros eram de personagens escravizados, folclóricos ou submetidos a situações de exploração e miséria, como as empregadas domésticas e os meninos de rua”.
Se, por um lado, essas figuras retratam parte da triste realidade social do país, por outro, a ausência de negros no papel de heróis, princesas, fadas, vilões e outros tantos arquétipos literários dificulta a valorização da diversidade. “Para uma criança negra, é importante ter referências positivas da auto-imagem. E para todas as crianças, isso também é positivo, pois possibilita a construção de uma imagem mais plural da sociedade”, avalia Heloisa.
Vale um alerta. Não basta ler histórias politicamente corretas e terrivelmente chatas. Os livros têm que ter qualidade literária e trazer ilustrações bem feitas, afinal, “eles servem como espelhos para a construção da identidade, principalmente a das crianças”, resume a antropóloga.
Encontrar um livro com essas características na década de 1990 era difícil. Porém, a partir de 2003, com a lei 10.639 (que inclui o ensino de história e cultura africanas e afro-brasileiras nas escolas), dezenas de obras interessantes com personagens negros passaram a ser produzidas.



No reino dos achântis ninguém passava fome, porque havia abundância de alimento: eles comiam nuvens, que naqueles tempos ficavam bem pertinho do chão. Certa vez, apareceu um comilão no reino que temperava aquele alimento e devorava, sem ao menos apreciar o sabor. As nuvens ficaram esquisitas e começaram a chorar. Choraram ininterruptamente que tudo foi inundado, afastando o Céu e as nuvens da Terra. 


Com poesia e sonoridade, Heloísa Pires Lima constrói uma narrativa que nos lembra o episódio do dilúvio na Bíblia, ao mesmo tempo em que nos faz conhecer o jeito que o povo achânti explica a distância entre Céu e Terra.

Alma não tem cor...
Portal do professor

Estas obras a baixo estão nesta aula acima







o comedor de nuvens 2

Muitas sugestões de atividades

Conto
Cultura Africana

Projetos
AQUI

AQUI


Esta postagem abaixo está no blog Projetos Linguagem
Mas não consegui colocá-lo  adequadamente
então trouxe para cá
Projeto Monteiro Lobato
JUSTIFICATIVA:
Entre os vários povos da terra, um traço comum é o gosto pelas histórias.
Parece que todos gostam de inventar, modificar, contar e ouvir histórias.
Nesse contexto, a Escola Villa Lobos se propõem a ampliar
as oportunidades culturais da sua comunidade escolar através do acesso às obras literárias de qualidade.
Com a proposta de trabalhar para a formação de sujeitos críticos, inventivos e comprometidos socialmente, precisamos superar o modelo de escola que vive de atividades caracterizadas por repetições e padronizações rígidas, desenvolvendo nas crianças a curiosidade, a solidariedade e a afetividade.
Desse modo, a convivência e o trabalho com a diversidade,
com textos para leitura de múltiplas origens e com outras formas de expressão, além da linguagem verbal, podem contribuir muito.
O projeto Monteiro Lobato é uma oportunidade para possibilitar uma visão mais abrangente do mundo em que vivem, para constituir alunos que experimentam as infinitas capacidades de criar, imaginar e transformar a realidade em que estão inseridos, vivendo situações em que assumam o papel de leitores.
OBJETIVOS:
- Oportunizar momentos de estímulo à leitura a partir do trabalho com lendas e contos de diferentes povos (indígenas, africanos, chineses, japoneses).
- Promover atividades voltadas à narração de histórias, leitura e escrita em sala de aula, através de situações lúdicas e integradas à comunidade escolar.
- Conhecer diferentes culturas a partir do seu repertório literário, valorizando e respeitando a diversidade entre os povos.
METODOLOGIA:
Levando em consideração as caminhadas metodológicas já vivenciadas pela escola e tendo em mente a concepção de homem que almejamos – livre e responsável, participativo e solidário, consciente de que é agente de transformação de sua realidade na busca de soluções alternativas para uma sociedade democrática e justa – é necessário que se analise e se conheça a realidade para transformá-la, através da coerência entre a prática e a teoria. Implica colocar, na prática de conhecer a realidade, uma teoria de produção de conhecimento enquanto processo social,
coletivo e participativo.
O ponto de partida do processo de construção do conhecimento é a prática social concreta e a realidade em que ela acontece.
A partir da análise dessa prática e da realidade são construídos níveis de compreensão e abstração sobre elas, buscando exercê-las de maneira diferente.
Portanto, é importante trabalhar com desafios, propor tarefas que incitem os alunos a mobilizar seus conhecimentos e, em certa medida, completá-los. Isso pressupõe uma pedagogia ativa, cooperativa e aberta.
ATIVIDADES A SEREM DESENVOLVIDAS:
 CONTOS INDÍGENAS
- Palestra sobre hábitos e costumes dos indígenas
- Lenda do Quero-quero
- Dramatização
- Lenda do Milho
- Feitura da pipoca
- Escultura com argila
- Lenda do Boitatá
- Painéis das lendas
- ARTES: leitura de imagens de obras de tema indígena, aspectos culturais, como o indígena se enfeita, pinturas e desenhos indigenas, pinturas indígenas no corpo.
 CONTOS AFRICANOS
- Localização da África: características físicas, culturais e históricas: (Livros citados com planos de aula no Linguagem)
- Conto: Chuva de Manga
- Construção de histórias em quadrinhos
- Conto: As tranças de Bintou
- Interpretação e ilustração do conto
- Conto: Koumba e o tambor Diambê
- História do tambor e sua importância nas tribos
africanas
- Confecção de tambor
- Músicas africanas
- O negro na nossa sociedade
- Capoeira: histórico e demonstração
- Escravidão no Brasil: Zumbi
- ARTES: aspectos culturais, leitura de imagens de obras de arte africanas, apreciação de paisagens e do povo africano e de estampas africanas. Confecção de indumentárias de TNT ilustradas com estampas africanas.
 CONTOS CHINESES
- Localização da China
- Distância entre Brasil e China
- Lenda: O pote vazio
- Interpretação oral e escrita
- Interpretação dos desenhos
- Confecção de um vaso de flor
- Lenda: Lili e a sogra
- Construção do nome com o alfabeto chinês
- Principais dados da China: pontos turísticos, economia, cultura
- Fotos
- Confecção da bandeira da China
- História do Tangram
- Montagem de figuras com o Tangram
- Culinária: cardápio, biscoito da sorte (degustação e lenda), curiosidades, vídeo
- ARTES: leitura de imagens de desenhos chineses, características do desenho, aspectos culturais, vestimenta, confecção de indumentárias de TNT ilustradas com desenhos chineses.
 CONTOS JAPONESES
- Lendas: O machado de ouro e O deus da pobreza
- Leitura e interpretação
- Localização do Japão
- Curiosidades sobre a cultura japonesa
- Imigração japonesa
- Confecção da bandeira do Japão
- ARTES: aspectos culturais, características do desenho japonês, leitura de imagens e gravuras japonesas, confecção de Kirigami.
 CULMINÂNCIA
- Apresentação dos trabalhos realizados durante o projeto, especialmente, as atividades artísticas sobre as culturas trabalhadas, utilizando diferentes linguagens: cênica, musical, plástica, literária, etc...
Fonte:










Link para essa postagem


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário e retornarei assim que for possível.
Obrigada pela visita e volte mais vezes!
Linguagem não se responsabilliza por ANÔNIMOS que aqui deixam suas mensagens com links duvidosos. Verifiquem a procedência do comentário!
Nosso idioma oficial é a LINGUA PORTUGUESA, atenção aos truques de virus.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Mais sugestões...

2leep.com
 
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios