BlogBlogs.Com.Br

CATIVA-ME

Glitter Photos

ESCREVAM-ME!

PROFESSORAS VISITANTES
FICO HONRADA COM O SUCESSO DO LINGUAGEM.
E GRAÇAS A VOCÊS!
SERIA MUITO BOM RECEBER PALAVRINHAS...
QUEM SABE SUGESTÕES,DEPOIMENTOS,ETC.
EMAIL ABAIXO:

Colaboração e Direitos

Colaboração e Direitos Autorais
Olá amiga(o) ,
Fui professora dos projetos "Estímulo À Leitura",
"Tempo Integral" e a favor da leitura lúdica,
afinal, quer momento mais marcante que a fantasia da vida?
Portanto, será um prazer receber sua visita em mais um blog destinado a educação.
Nele pretendo postar comentários e apreciações de materiais didáticos de Língua Portuguesa, além de outros assuntos pertinentes, experiências em sala de aula, enfocando a interdisciplinaridade e tudo que for de bom para nossos alunos.
Se você leu, experimentou, constatou a praticidade de algum material e deseja compartilhar comigo,
esteja à vontade para entrar em contato.
Terei satisfação em divulgar juntamente com seu blog, ou se você não tiver um, este espaço estará disponível dentro de seu contexto.
Naturalmente, assim estaremos contribuindo com as(os) colegas que vêm em busca de sugestões práticas.
Estarei atenta quanto aos direitos autorais e se por ventura falhar em algo, por favor me avise para que eu repare os devidos créditos.
Caso queira levar alguma publicação para seu blog, não se
esqueça de citar o "Linguagem" como fonte.
Você, blogueira sabe tanto quanto eu, que é uma satisfação ver o "nosso cantinho" sendo útil e nada mais marcante que
receber um elogio...
Venha conferir,
seja bem-vinda(o)
e que Deus nos abençoe.
Krika.
30/06/2009

VejaBlog - Seleção dos Melhores Blogs/Sites do Brasil

LINGUAGEM FOI SELECIONADO EM JANEIRO/2011.
OBRIGADA!

Daisypath Anniversary tickers

Daisypath Anniversary tickers

Linguagem social...

Glitter Photos

Comemoração

Glitter Photos
JUNHO 2017
8 ANOS DE LITERATURA INFANTIL

quinta-feira, setembro 03, 2015

Transplante de menina>Estímulos literários>Imigrantes>Inclusão>03/09/2015

Aprendendo sobre o mundo
Diferenças culturais

Poucos sabem, mas hoje, dia 25 de junho, é o dia do imigrante, uma imagem bastante comum aqui no Brasil e que pode ensinar muito para as crianças. 
Saber da onde veio o avô, a bisa ou o tataravó, assim como frequentar bairros típicos, como o da Liberdade em São Paulo, maior reduto da comunidade japonesa na cidade, estimula a imaginação dos pequenos além de ajudar muito na hora de ensinar sobre os outros países e povos que existe no mundo.
Também é possível encontrar diversos livros infanto-juvenis que falam sobre o assunto e podem nos dar uma mãozinha na hora de explicar culturas tão diferentes. Um clássico é o livro Transplante de menina, indicado para os leitores a partir dos 13 anos, e escrito por Tatiana Belinky, poeta, tradutora e dramaturga que nasceu na Rússia e aos 10 anos de idade migrou para o Brasil com sua família.

Para os mais novos uma boa dica é a coleção “Imigrantes do Brasil” publicada pela editora PandaBook e recomendado para crianças a partir dos 8 anos de idade. 
Os livros contam histórias de avôs de diversas nacionalidades, são nove títulos no total, entre eles: meu avô português, meu avô árabe, meu avô japonês, meu avô alemão e assim por diante.
A Companhia das Letrinhas também lançou uma série chamada “Memória e História” que trata das diferenças e semelhanças entre a cultura brasileira e as diversas culturas estrangeiras com as quais convivemos todos os dias.
Fonte: AQUI

O livro conta a infância da autora vinda da Rússia para o Brasil.
O enfoque principal é o carnaval
No estudo do texto há o enfoque imigratório

Transplante de Menina


Leia um trecho do livro Transplante de menina e saiba que impressões Tatiana Belinky guardou na memória sobre o primeiro carnaval que viu no Rio de Janeiro.
Carnaval no Rio de Janeiro
“E foi nessa Avenida Rio Branco que tivemos a nossa primeira impressão – e que impressão! – do carnaval brasileiro. [...] o que nós vimos, no Rio de janeiro, não se parecia com nada que eu pudesse sequer imaginar nos meus sonhos mais desvairados.
Aquelas multidões enchendo toda a avenida, aquele “corso” – o desfile interminável e lento de carros, para-choque com para-choque, capotas arriadas, apinhados de gente fantasiada e animadíssima. Todo aquele mundaréu de homens, mulheres, crianças, de todos os tipos, de todas as cores, de todos os trajes – todos dançando e cantando, pulando, saracoteando, jogando confetes e serpentinas que chegavam literalmente a entupir a rua e se enroscar nas rodas dos carros… [...]! E os “cordões”, os “ranchos”, os “blocos de sujos” – e todo o mundo se comunicando, como se fossem velhos conhecidos, se tocando, brincando, flertando – era assim que se chamavam os namoricos fortuitos, a paquera da época -, tudo numa liberdade e descontração incríveis, especialmente para aqueles tempos tão recatados e comportados…  [...]
Ah, as marchinhas, as modinhas, as músicas de carnaval. [...]
E pensar que a gente não compreendia nem metade do que estava acontecendo! Todo aquele alarido, todas aquelas luzes, toda aquela agitação, toda aquela alegria desenfreada – tudo isso nos deixou literalmente embriagados e tontos de impressões e sensações, tão novas e tão fortes que nunca mais esqueci aqueles dias delirantes. Vi muitos carnavais depois daquele, participei mesmo de vários, e curti-os muito. Mas nada, nunca mais, se comparou com aquele primeiro carnaval no Rio de Janeiro, um banho de Brasil, inesquecível…”

                Tatiana Belinky, Transplante de menina. São Paulo: Moderna, 2003. P.101-3.
Vocabulário
Corso= no texto quer dizer cortejo de automóveis, comum nos carnavais antigos.
Rancho= no texto quer dizer grupo carnavalesco.
Cordão= no texto quer dizer grupo de foliões carnavalescos.

Estudo do Texto
1) Copie do texto o trecho que resume o quanto a narradora gostou daquele carnaval.
2) Releia o trecho:
*Responda:
Por que a narradora não compreendia tudo o que estava acontecendo?
3) A autora, além de descrever com riqueza de detalhes a Avenida Rio Branco, o desfile dos carros, as pessoas, conta o que sentiu. Copie do relato duas frases ou expressões que confirmem essa afirmativa.
4) Releia o trecho final do relato.
*Explique o que você entendeu desse trecho.
5) Leia mais um trecho do último parágrafo.
*Agora leia o verbete embriagar.
 Embriagar v.1. Fazer uma pessoa tomar muita bebida alcoólica, ficando tonta e vagarosa de movimentos: alcoolizar, embebedar. 2. Deixar alguém muito entusiasmado: encantar, elevar, extasiar, inebriar.
*Responda:
O que a narradora quis dizer com “literalmente embriagados”?
6) Imaginem e desenhem as cenas  com o tema “ O inesquecível carnaval de Tatiana Belinky”
Respostas:
1) “Vi muitos carnavais depois daquele, participei mesmo de vários, e curti-os muito. Mas nada, nunca mais, se comparou com aquele primeiro carnaval no Rio de Janeiro...”
2) Porque ela, a narradora, é imigrante e, na época estava há pouco tempo no Brasil e não conhecia quase nada de nossa cultura.
3) Sugestão de respostas: 1º parágrafo: “e que impressão!”, “ o que nós vimos no Rio de Janeiro, não se parecia com nada que eu sequer pudesse  imaginar  nos meus sonhos mais desvairados”. 2º parágrafo: “liberdade e descontração incríveis”, 3º parágrafo: “Ah, as marchinhas”, 4º parágrafo: “nos deixou literalmente embriagados e tontos de impressões”, “nunca mais se comparou”.
4) Resposta Pessoal. Sugestão de resposta: Nesse momento a narradora  enfatiza que, participando daquele carnaval, ela teve uma demonstração da cultura brasileira: danças, música, ritmo, alegria, animação características do povo brasileiro.
5) Ela quis dizer de verdade, verdadeiramente entusiasmados, inebriados, encantados, extasiados.
Fonte: Textos e atividades envolvendo histórias e relatos:

Aula sobre memórias baseada nesta obra de Tatiana Belinky
Aula para 5º ano
Sugestão de atividade dirigida
Observação do Linguagem
Assunto de interesse mundial: Migração dos refugiados de guerras para a Europa.
Tratando de diferentes culturas,inclusão,necessidades diversas, como fugir da fome,etc.
Linguagem abordará na literatura infantil,de forma mais suave, os imigrantes que vieram para o Brasil.
Assunto para alunos do fundamental,anos finais em diante,porém, pode ser tratado com os menores,de forma que cada professor julgar adequada.





Link para essa postagem


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário e retornarei assim que for possível.
Obrigada pela visita e volte mais vezes!
Linguagem não se responsabilliza por ANÔNIMOS que aqui deixam suas mensagens com links duvidosos. Verifiquem a procedência do comentário!
Nosso idioma oficial é a LINGUA PORTUGUESA, atenção aos truques de virus.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Mais sugestões...

2leep.com
 
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios