BlogBlogs.Com.Br

CATIVA-ME

Glitter Photos

ESCREVAM-ME!

PROFESSORAS VISITANTES
FICO HONRADA COM O SUCESSO DO LINGUAGEM.
E GRAÇAS A VOCÊS!
SERIA MUITO BOM RECEBER PALAVRINHAS...
QUEM SABE SUGESTÕES,DEPOIMENTOS,ETC.
EMAIL ABAIXO:

Colaboração e Direitos

Colaboração e Direitos Autorais
Olá amiga(o) ,
Fui professora dos projetos "Estímulo À Leitura",
"Tempo Integral" e a favor da leitura lúdica,
afinal, quer momento mais marcante que a fantasia da vida?
Portanto, será um prazer receber sua visita em mais um blog destinado a educação.
Nele pretendo postar comentários e apreciações de materiais didáticos de Língua Portuguesa, além de outros assuntos pertinentes, experiências em sala de aula, enfocando a interdisciplinaridade e tudo que for de bom para nossos alunos.
Se você leu, experimentou, constatou a praticidade de algum material e deseja compartilhar comigo,
esteja à vontade para entrar em contato.
Terei satisfação em divulgar juntamente com seu blog, ou se você não tiver um, este espaço estará disponível dentro de seu contexto.
Naturalmente, assim estaremos contribuindo com as(os) colegas que vêm em busca de sugestões práticas.
Estarei atenta quanto aos direitos autorais e se por ventura falhar em algo, por favor me avise para que eu repare os devidos créditos.
Caso queira levar alguma publicação para seu blog, não se
esqueça de citar o "Linguagem" como fonte.
Você, blogueira sabe tanto quanto eu, que é uma satisfação ver o "nosso cantinho" sendo útil e nada mais marcante que
receber um elogio...
Venha conferir,
seja bem-vinda(o)
e que Deus nos abençoe.
Krika.
30/06/2009

VejaBlog - Seleção dos Melhores Blogs/Sites do Brasil

LINGUAGEM FOI SELECIONADO EM JANEIRO/2011.
OBRIGADA!

Daisypath Anniversary tickers

Daisypath Anniversary tickers

Linguagem social...

Glitter Photos

Comemoração

Glitter Photos
JUNHO 2017
8 ANOS DE LITERATURA INFANTIL

quarta-feira, maio 08, 2013

Porcolino e mamãe e papai e vovó >Estímulos literários>Estreitando laços> 08/05/13

Um porquinho cor-de-rosa descobre emoções
Protagonista lida com inseguranças e medo da rejeição; inquietações emocionais também costumam atormentar as crianças e cabe aos adultos assegurar o afeto
A importância das crianças estarem atentas para não se perderem de suas mães ou dos adultos que estão cuidando delas.

porcolino (Foto: Gloob)


Porcolino perdeu a sua mamãe, o que será que se passa no coraçãozinho das crianças quando se perdem das suas mães?
Dez segundos podem parecer uma eternidade para uma criança que perde a mãe de vista.
O porquinho se viu sozinho sem a sua mamãe e nestes momentos nada pode substituir o carinho de mãe. Nem o abraço da pata, nem fazer colares de margaridas e muito menos dormir agarradinhos no pôr do sol.
Na vida de uma criança, a presença da mãe, o carinho e o calor são coisas imprescindíveis para que elas se sintam felizes e seguras.


Perceber as emoções – tanto as nossas quanto as dos outros – e lidar com elas não costuma ser tarefa fácil. Ao longo do desenvolvimento vamos aprendendo aos poucos, não raro, a duras penas, a perceber limites, necessidades, desejos.
E inevitavelmente nos defrontamos com o medo, que, de uma forma ou outra, mais ou menos disfarçado ou evidente, nos acompanha por toda a existência: o de não ser aceito, visto, querido – e de perder aqueles a quem amamos.
Em Porcolino e papai e Porcolino e mamãe, o protagonista, um porquinho cor-de-rosa, faz incursões por esse misterioso universo dos sentimentos.

Em Porcolino e mamãe, o pequeno porco não consegue encontrar sua mãe. Fungando e grunhindo, sai à sua procura.
Ao longo do trajeto, o pato oferece-lhe um abraço. Mas o porquinho afasta-se.
O carneiro convida-o para fazer um colar de margaridas, mas ele prefere continuar seu caminho.
O burro chama-o para brincar de pega-pega, e o cão, para rolar na grama.
Nada, porém, parece valer a pena naquele momento – a não ser encontrar a quem ama.
Só quando revê sua mãe Porcolino volta a sorrir: os dois juntos fazem um colar de flores, brincam de pega-pega e rolam na lama.
Afinal, por mais que a gente saiba que algumas substituições são possíveis, que há coisas “nem melhores, nem piores, apenas diferentes”, às vezes é mesmo assim: não serve de outro jeito, não serve outra pessoa...(Gláucia Leal)


Sugestões de atividades

Antes da leitura:
Converse com as crianças sobre a relação de afetividade entre mãe e filho, fale que essa ligação vem ainda da barriga. Pergunte quais são as coisas que as crianças mais gostam de fazer em companhia da mãe.
Durante a leitura:
Mostre as ilustrações do livro, a expressão do porquinho perdido, deixe que eles captem esse momento. ressalte que nada substitui o colo e o carinho da mãe para Porcolino.
Após a leitura:
Que tal nós fazermos colares de margaridas?
Você vai precisar recortar vários moldes e as crianças poderão pintar o miolo da flor de amarelo ou colar pedacinhos de papel crepom ( em bolinhas) amarelo.
Depois você pegará um barbante( se quiser algo mais rústico) ou uma fita amarela ( fica mais fino) você colará as flores depois de prontas junto com as crianças deixando um espaço de 2 cm entre elas.
Feito isso, é só colocar no pescoço da mãe e fazer a festa!

Mais sugestão

Depois da leitura:
Interagir, imitando os animais da fazenda
E fazer um delicioso lanche:
-sanduíches de requeijão, queijo e presunto do Porcolino e sua família.
Os olhos foram feitos de cereais e o nariz de M&M
- rodelinhas de banana com farinha láctea (comida preferida do Porcolino)

 
http://inventandocomamamae.blogspot.com.br/2011_09_01_archive.html
 
Estreitando laços familiares...
Porcolino e papai
Porcolino está intrigado com uma questão: é amado?
A insegurança e a dúvida surgem logo depois de se ter excedido durante uma brincadeira e mordido com força o rabo do pai. Sem saber qual a extensão do dano que pode ter causado, o filhote sai de fininho e, preocupado, recorre aos moradores da fazenda, fazendo perguntas e tentando descobrir se de fato é querido (e se continuará sendo aceito e até, eventualmente, desculpado por algum deslize).
Mas só ao retornar para casa, no fim do dia, encontra o aconchego – e as palavras que buscava ouvir.
 
Porcolino e Papai
História de amor e acolhimento...

Porcolino está meio inseguro e , por isso, sai perguntando aos animais se o amam. Cavalo, Carneiro, Burro e Cão, todos afirmam que sim - mas também explicam ao pequeno Porcolino que existe alguém que o ama um milhão de vezes mais! Quem será?

 
 
É a história de Porcolino (tem vários livros sobre as aventuras dele,com a Vovó, coma Mamãe) que está brincando com seu pai.
Sem querer ele morde o rabo do pai e este lhe dá uma bronca. Porcolino sai assustado.
Será que o pai não o ama mais?
Ele sai pela fazenda pra ver se os outros amigos ainda o amam.
Cada um ressalta um ponto do porquinho que eles amam, mas sempre dizem que tem alguém que o ama MUITO MAIS! Quem será? Uma coisa acontece muitas vezes aqui em casa. Logo após brigarmos com as crianças, minha filha vem e diz: "Eu te amo, mãe (ou pai)!" Daí, falo pra ela que, não é por que brigo com ela que não a amo! Amo MUITO! E, é por isso, justamente, que brigo, que não deixo fazer tudo que quer, na hora que quer! E isso as vezes é complicado para uma criança entender!
O texto é todo em caixa alta, com frases curtas, ótimo livro para leitores iniciantes! Os desenhos são LINDOS! Sou suspeita, amo o Stephen Michael King!!!

Atividade
A ideia. Eu e as crianças começamos a enumerar qualidades de cada um da família (das pessoas que mais amamos): as coisas que um faz para o outro, ou pelo outro, quais atitudes mais admiramos, e também quais as que não gostamos tanto assim.
Peguei um bloquinho de POST IT novinho e falei que íamos fazer fazer um PAI de coisas boas para a gente dar pro pai deles!
 
 
Primeiro desenhei no vidro (com essas canetinhas AQUI) a silhueta do meu marido.Então começamos a escrever por que nós o amamos.
 
E fomos colando as frases, letras de poesias, de músicas e desenhos formando um pai de POST-IT!  
 
http://www.kidsindoors.com/2011/08/porcolino-e-papai.html
 
 
Porcolino e Vovó
 
Porcolino e Vovó

Porcolino adora sua vovó. Ele esperou a visita dela o dia todo. Por que ela ainda não veio? A vaca, o cavalo, o pato e o carneiro, todos acham que ela já está chegando. - Mas por que ela está demorando tanto?
O livro "Porcolino e Vovó", de Margaret Wild, remete à gostosa relação de netinhos e aquela que muitos dizem ser mãe duas vezes. Afinal, quem nunca esperou ansiosamente a visita da vó e ficou impaciente olhando o relógio enquanto ela não chega? E também quem nunca curtiu passar um dia na casa da vovozinha querida, fazendo mil coisas, inventando brincadeiras, comendo bolo de chocolate... parece que na casa da vovó não existe a frase "não pode".
"Porcolino e Vovó", de Margaret Wild, com ilustrações de Stephen Michael King e tradução de Gilda de Aquino. Editora Brinque-Book,
 
http://wp.clicrbs.com.br/aldobrasil/2010/02/25/um-porquinho-e-sua-vovo/?topo=84,2,18,,,8
 
Não há como negar a importância da relação estreita entre avós e netos.
As crianças que têm o privilégio de contar com a presença constante da vóvó e do vovô, com certeza crescem com muitas recordações afetivas e estruturantes.
É o caso do nosso conhecido Porcolino que "adorava quando vovó vinha passar o dia com ele".
Certa vez vovó demora a chegar e o porquinho fica um tanto aflito.
Mesmo assim, enquanto espera, Porcolino brinca de todas as maneiras que vovó havia ensinado. Quando ela finalmente chega pede desculpas pelo atraso e diz que foi por uma justa causa: a invenção de uma nova brincadeira.
A imagem de avó que a obra oferece é a tradicional no sentido da afetividade e da aparência da porquinha, mas é atual no que se refere à postura dela.
 Sem ser exagerada, "modernosa", a porquinha é agitada, disposta e companheira. Livro ideal para os pequenos, principalmente os que começam a ler a letra bastão, pois o texto tem frases curtas, repetições como nas lengalengas, além das delicadas e expressivas ilustrações do conhecido Stephen Michael King. (A.T.)


Link para essa postagem


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe seu comentário e retornarei assim que for possível.
Obrigada pela visita e volte mais vezes!
Linguagem não se responsabilliza por ANÔNIMOS que aqui deixam suas mensagens com links duvidosos. Verifiquem a procedência do comentário!
Nosso idioma oficial é a LINGUA PORTUGUESA, atenção aos truques de virus.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Mais sugestões...

2leep.com
 
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios