BlogBlogs.Com.Br

CATIVA-ME

Glitter Photos

ESCREVAM-ME!

PROFESSORAS VISITANTES
FICO HONRADA COM O SUCESSO DO LINGUAGEM.
E GRAÇAS A VOCÊS!
SERIA MUITO BOM RECEBER PALAVRINHAS...
QUEM SABE SUGESTÕES,DEPOIMENTOS,ETC.
EMAIL ABAIXO:

Colaboração e Direitos

Colaboração e Direitos Autorais
Olá amiga(o) ,
Fui professora dos projetos "Estímulo À Leitura",
"Tempo Integral" e a favor da leitura lúdica,
afinal, quer momento mais marcante que a fantasia da vida?
Portanto, será um prazer receber sua visita em mais um blog destinado a educação.
Nele pretendo postar comentários e apreciações de materiais didáticos de Língua Portuguesa, além de outros assuntos pertinentes, experiências em sala de aula, enfocando a interdisciplinaridade e tudo que for de bom para nossos alunos.
Se você leu, experimentou, constatou a praticidade de algum material e deseja compartilhar comigo,
esteja à vontade para entrar em contato.
Terei satisfação em divulgar juntamente com seu blog, ou se você não tiver um, este espaço estará disponível dentro de seu contexto.
Naturalmente, assim estaremos contribuindo com as(os) colegas que vêm em busca de sugestões práticas.
Estarei atenta quanto aos direitos autorais e se por ventura falhar em algo, por favor me avise para que eu repare os devidos créditos.
Caso queira levar alguma publicação para seu blog, não se
esqueça de citar o "Linguagem" como fonte.
Você, blogueira sabe tanto quanto eu, que é uma satisfação ver o "nosso cantinho" sendo útil e nada mais marcante que
receber um elogio...
Venha conferir,
seja bem-vinda(o)
e que Deus nos abençoe.
Krika.
30/06/2009

VejaBlog - Seleção dos Melhores Blogs/Sites do Brasil

LINGUAGEM FOI SELECIONADO EM JANEIRO/2011.
OBRIGADA!

Daisypath Anniversary tickers

Daisypath Anniversary tickers

Linguagem social...

Glitter Photos

Comemoração

Glitter Photos
JUNHO 2016
7 ANOS DE LITERATURA INFANTIL

domingo, outubro 21, 2012

A fábula das três cores> Estímulos literários> Bandeira>22/10/12






O segredo das cores
Identificar e nomear as cores.
Ampliar vocabulário.
Conhecer e identificar cores primárias e secundárias.
Conhecer o processo de cromatografia e observar a decomposição de cores da caneta hidrográfica neste processo.
Duração das atividades
3 dias, com cerca de 60 minutos diários.
Estratégias e recursos da aula
ATIVIDADE 1: IDENTIFICANDO E NOMEANDO AS CORES AO NOSSO REDOR
1. Antes de iniciar a aula o professor deverá recortar várias fichas de tamanho A4 de diversas cores. Sugerimos papel color set, pela sua variedade e cores vivas.
Na aula, deverá apresentá-las as crianças questionando-as que cores são.
Esta etapa é importante para que o professor possa visualizar os conhecimentos dos alunos acerca das cores que sabe e, assim, planejar as próximas etapas de modo que eles ampliem seu vocabulário e o conhecimento de uma variedade de cores.
2. Nesta etapa, o professor explicará que tudo ao nosso redor tem cor. Algumas parecidas e outras diferentes.
Pedirá que olhem ao seu redor e observem quantas coisas de diferentes cores existem. Então realizará a seguinte dinâmica: levantará uma das fichas coloridas, solicitando que as crianças digam o nome da cor e indiquem algum objeto de mesma cor em seu ambiente.
 Caso as crianças não tenham ainda o conhecimento de alguma cor, o professor poderá dizer o nome da cor e seguir com a dinâmica. Por exemplo:
O professor levanta a cor azul. Aqueles que sabem o nome dizem: azul.
Em seguida, os alunos apontam ou indicam que o uniforme, o lápis de cor, a caneta hidrográfica e etc, também são azuis.
 De modo a ampliar e desenvolver uma observação mais apurada sobre o tema, o professor poderá comparar as cores indicadas pelas crianças, para que possam perceber as diferentes tonalidades de uma mesma cor.
Para isso poderá questionar-lhes:
- O azul da caneta é igual ao do uniforme?
- Qual é o mais forte ou fraco?
- Qual é o mais claro ou mais escuro?
- Que outros objetos podem ser encontrados na sala que sejam mais parecidos com o azul do uniforme (mais escuro)?
3. O professor poderá estender esta brincadeira com um passeio pela escola ou mesmo em um parque.
É importante que chame a atenção das crianças, neste caso, para a natureza ao seu redor: cor das nuvens, flores, céu, sol, tronco da árvore, cor da terra, da areia, da grama etc.
4. Para fixar a atividade o professor poderá fazer a brincadeira Pique das cores.
Primeiro define-se quem será o pegador.
Este escolherá uma cor e gritará para os demais, por exemplo: Vermelho!
Os demais participantes deverão correr e tocar em algum objeto da cor solicitada.
Aqueles que tocarem na cor, não poderão ser pegos.
Caso o pegador capture uma das crianças antes que ela possa encostar na cor solicitada, esta vira o novo pegador, devendo escolher outra cor para que a brincadeira continue.
Esta brincadeira também poderá ser acessada no seguinte endereço: http://mapadobrincar.folha.com.br/brincadeiras/pegar/494-pique_de_cores
ATIVIDADE 2: MISTURANDO AS CORES
1. Nesta atividade o professor distribuirá para cada aluno um prato de papelão dividido em seis partes, como mostra abaixo.
 E três copinhos plásticos de café com as cores: vermelho, azul e amarelo.





2. Em seguida explicará que estas cores são chamadas de cores primárias, pois não conseguimos produzi-las com nenhuma outra cor.
Pedirá que pintem três partes do prato de papelão com cada uma das cores acima, intercalando com uma parte em branco, como mostra a figura abaixo.






3. Em um próximo momento, o professor explicará que com a mistura das cores primárias, podemos produzir outras cores, obtendo-se assim as cores chamadas por secundárias.
Entregará mais três copinhos plásticos de café vazios e proporá que misturem as cores primárias que são dispostas no disco acima, pintando os espaços em branco que sobraram com o resultado das misturas, de modo a preencherem o disco.
Assim, entre o amarelo e o vermelho, surgirá a cor laranja. Esta cor deve ser pintada no espaço em banco entre as duas cores.





4. Mais uma vez, o professor entregará um prato de papelão em branco, só que desta vez um pouco maior, e outros seis copinhos de plástico de café vazios, sugerindo que as crianças misturem novamente as cores obtidas e pintem o disco maior.
É importante que o professor realize a atividade junto com a classe, orientando-a em cada mistura realizada e indicando-a a sequência na pintura do disco maior.
Desta forma as crianças poderão visualizar e compreender melhor todo o processo.
Por exemplo: o professor indicará que a primeira mistura será feita com as cores vermelha e laranja. Com a cor surgida, o professor orientará para que pintem um dos espaços em branco do disco maior.
Depois farão a mistura com as cores laranja e amarelo, em seguida com o amarelo e o verde e assim por diante.
As demais cores surgidas com as misturas subsequentes serão pintadas no sentido horário.
O resultado das misturas aproximar-se-á do disco abaixo.




5. Por fim, o professor colará o disco menor no maior, atendando-se para que a mistura fique entre as cores que a deram origem. Como o disco abaixo.




ATIVIDADE 3: CROMATOGRAFIA
1. Nesta atividade o professor, em uma roda de conversa, apresentará aos alunos várias canetas hidrográficas (canetinhas), perguntando-lhes:
- Se conhecem aquelas cores.
- Se poderiam nomear aquelas que ele iria mostrar.
- Quais delas eram chamadas de primárias?
- Por que são chamadas de primárias?
- Quais são chamadas secundárias e por quê?
- No caso da mistura entre as cores amarela com a azul, que cor secundária iria resultar?
E do vermelho com o amarelo? Etc. (Se for preciso, pode-se usar o disco de cores anteriormente construído).
2. Num segundo momento, o professor explicaria que para a fabricação das canetas hidrográficas (canetinhas) que usam em sala, seus fabricantes também precisam misturar várias tintas.
 Entretanto, podemos saber quais tintas (pigmentos) são misturadas para produzir cada uma daquelas cores. Esse processo chama-se cromatografia (palavra originária do grego que significa grafia das cores).
Então convidará a classe para descobrir quantas cores tem em cada uma das canetas hidrográficas que está em sua mão.
Para isso farão a seguinte experiência:
Experimento 1: Cromatografia
Materiais:
1. Água ou Álcool (alguns tintas de canetas não são solúveis em água, daí a necessidade da utilização de álcool)
2. Filtro de papel
3. Tesoura
4. Régua de 30 cm
5. Bacia média
6. Fita crepe
Procedimentos:
1. Corte o papel de filtro em tiras longas com a largura aproximadamente de um dedo, para cada uma das hidrográficas a ser testada.
2. Próximo de uma das pontas das tiras pinte uma bolinha com uma das canetas hidrográficas. Repita este procedimento com as demais canetas.
3. Após pintarem as bolinhas, prenda cada uma das tiras, com uma fita crepe, na régua.
4. Na bacia, despeje um pouco de água e introduza a régua com as tiras de filtro de papel, de modo que a ponta destas fique na água. Porém, a bolinha pintada com a caneta não deve ficar submersa.
5. Para que fiquem penduradas até a finalização da experiência, pode-se colocar em cada um dos lados da bacia uma pilha de livros, que servirão de suporte para a régua com as tiras de filtro de café.
6. Observe o que então acontecerá
Resultado:
Haverá a decomposição da tinta da hidrográfica, revelando as cores utilizadas para a mistura de cada uma das tonalidades.
Experimentos semelhantes poderão ser acessados nos seguintes endereços:
Vídeos relacionados a experiência:
Livros relacionados a experiência:
ARCE, A.; SILVA, D. A. S. M.; VAROTTO, M. (2011). Ensinando ciências na educação infantil. Campinas: Editora Alínea.
3. Ao final da experiência o professor discutirá com os alunos quais cores de canetas hidrográficas são formadas por uma única cor e quais são formadas por mais de uma cor. Quais podem ser consideradas cores primárias e quais cores são secundárias.
Recursos Complementares
Outros materiais que o professor poderá utilizar nas aulas:
Livros:
1.Abra e Descubra: Cores (Dorling Kindersley), Editora: Publifolha
2.Coleção Bebê Mais: Cores
3.As cores (Adèle Ciboul)
4.Charlie e Lola: Cores
5.Cores (David Pelham) Editora Larousse
6.Cores Legais. Editora Lafonte
7.Turma da Mônica em cores (Maurício de Souza) Editora FTD
8.Livro Gigante de Arte para Crianças (Sue Nicholson e Deri Robins) Editora Girassol.
9.A fábula das cores (Ziraldo) Editora Melhoramento
Vídeos:
1.Coleção Bebê Mais: Cores
2.Bom dia todas as cores, Ruth Rocha: http://www.youtube.com/watch?v=ZhGHEZUzQX
5.Doki – misturando as cores: http://www.youtube.com/watch?v=YrPLhD6Pa9g
Músicas:
Jogos:
Jogo aprendendo as cores Turma da Mônica.
Jogo Cores das Joaninhas em Madeira.
Livros sobre o Ensino de Ciências para Educação Infantil:
- CENTRO DE DIVULFAÇÃO CIENTÍFICA E CULTURA - CDCC (2005). Ensinar ciências na escola. São Carlos.
*Este livro pode ser feito download pelo seguinte link: http://www.cdcc.usp.br/maomassa/livro/livro.html
- CENTRO DE DIVULFAÇÃO CIENTÍFICA E CULTURA - CDCC (2009). Ensino de ciências por investigação. São Carlos.
*Este livro pode ser feito download pelo seguinte:
- CENTRO DE DIVULFAÇÃO CIENTÍFICA E CULTURA - CDCC (2005). Explorações em ciências na educação infantil. São Carlos.
*Este livro pode ser feito download pelo seguinte link: http://www.cdcc.usp.br/maomassa/Livros/livro10/livro10.html
Avaliação
A avaliação será realizada ao longo de todo o processo, e deverá ser considerado: o interesse do aluno pelo assunto trabalhado, sua participação e envolvimento nas diferentes situações propostas; a interação e reflexão em grupo, a compreensão da temática, por meio da expressão de suas ideias, sentimentos, observações, conclusões.
Como sugestão de avaliação, também poderá ser realizada a seguinte atividade: O professor solicitará aos alunos que produzam dois desenhos, um somente com cores primárias e outro somente com cores secundárias.
*Obs: A avaliação encontra-se de acordo com Referencial Curricular Nacional de Educação Infantil, vol 3. Natureza e Sociedade, consistindo em uma tarefa permanente, na qual o professor, mediante a investigação e reflexão acerca das manifestações das crianças: observa o que sabem fazer, o que pensam à respeito dos fenômenos que observam, o que ainda lhes é difícil entender, os interesses que possuem, as aquisições obtidas em vista de todo o processo vivido e em relação com os objetivos propostos.
 O que o auxilia na adequação dos conteúdos propostos, no tempo e no ritmo de trabalho, para que assim, possa dar continuidade ao seu planejamento e à apresentação de novos conteúdos e atividades, que visem a promoção de situações significativas na aprendizagem da criança, fazendo-a avançar em seu desenvolvimento e na interação com o meio.

Atividades aqui


Livro aqui


Especial Bandeira
Muitas atividades artísticas:






Link para essa postagem


4 comentários:

  1. Gostei muito das atividades deste blog, copiei algumas dicas de atividades.

    ResponderExcluir
  2. maravilha de histórias e sugestões estou maravilhada, parabéns.

    ResponderExcluir
  3. Muito bom, obrigada por compartilhar !!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada por visitar este blog.Volte sempre.

      Excluir

Deixe seu comentário e retornarei assim que for possível.
Obrigada pela visita e volte mais vezes!
Linguagem não se responsabilliza por ANÔNIMOS que aqui deixam suas mensagens com links duvidosos. Verifiquem a procedência do comentário!
Nosso idioma oficial é a LINGUA PORTUGUESA, atenção aos truques de virus.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Mais sugestões...

2leep.com
 
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios