BlogBlogs.Com.Br

CATIVA-ME

Glitter Photos

ESCREVAM-ME!

PROFESSORAS VISITANTES
FICO HONRADA COM O SUCESSO DO LINGUAGEM.
E GRAÇAS A VOCÊS!
SERIA MUITO BOM RECEBER PALAVRINHAS...
QUEM SABE SUGESTÕES,DEPOIMENTOS,ETC.
EMAIL ABAIXO:

Colaboração e Direitos

Colaboração e Direitos Autorais
Olá amiga(o) ,
Fui professora dos projetos "Estímulo À Leitura",
"Tempo Integral" e a favor da leitura lúdica,
afinal, quer momento mais marcante que a fantasia da vida?
Portanto, será um prazer receber sua visita em mais um blog destinado a educação.
Nele pretendo postar comentários e apreciações de materiais didáticos de Língua Portuguesa, além de outros assuntos pertinentes, experiências em sala de aula, enfocando a interdisciplinaridade e tudo que for de bom para nossos alunos.
Se você leu, experimentou, constatou a praticidade de algum material e deseja compartilhar comigo,
esteja à vontade para entrar em contato.
Terei satisfação em divulgar juntamente com seu blog, ou se você não tiver um, este espaço estará disponível dentro de seu contexto.
Naturalmente, assim estaremos contribuindo com as(os) colegas que vêm em busca de sugestões práticas.
Estarei atenta quanto aos direitos autorais e se por ventura falhar em algo, por favor me avise para que eu repare os devidos créditos.
Caso queira levar alguma publicação para seu blog, não se
esqueça de citar o "Linguagem" como fonte.
Você, blogueira sabe tanto quanto eu, que é uma satisfação ver o "nosso cantinho" sendo útil e nada mais marcante que
receber um elogio...
Venha conferir,
seja bem-vinda(o)
e que Deus nos abençoe.
Krika.
30/06/2009

VejaBlog - Seleção dos Melhores Blogs/Sites do Brasil

LINGUAGEM FOI SELECIONADO EM JANEIRO/2011.
OBRIGADA!

Daisypath Anniversary tickers

Daisypath Anniversary tickers

Linguagem social...

Glitter Photos

Comemoração

Glitter Photos
JUNHO 2017
8 ANOS DE LITERATURA INFANTIL

domingo, dezembro 17, 2017

Lelé o jacaré maluco>Victor e o jacaré>Sequência didática>17/12/2017

" A criança deve ser motivada a praticar a leitura das mais variadas formas."


Capa do livro

Lelé, o jacaré maluco

Lelé é jacaré inventor
Ele já inventou muita coisa:
máquina que faz voar...
sapato-a-jato para tartaruga...
barco que anda na terra!
Mas Lelé agora
ficou mesmo biruta!
Ele quer inventar...
a água que não molha!
Lelé quer tomar banho
sem molhar a pança...
Andar na chuva
sem guarda-chuva!
A bicharada se diverte com Lelé.
Todos dizem:
- Eta jacaré Lelé!
Ele é mesmo lelé da cuca...

Solange Gontijo. Lelé, o jacaré maluco. Editora Miguilim

No poema, apareceu as palavras jacaré, tartaruga, água e chuva.
Vamos descobrir o que elas significam?
Jacaré: réptil da ordem dos crocodílos. Réptil verde da boca grande.
Tartaruga: com patas transformadas em remos e o corpo encerrado numa casca ou concha ossificada. Réptil que anda lentamente.
Água: líquido transparente, incolor e inodoro. Encontramos no suor e na saliva.
Chuva: água que cai em gotas da atmosfera. Chuvarada.

Fonte

O Jacaré

(Cantora :Eliana)

eu conheço um jacaré
que gosta de comer
escondam seus olhinhos
senão o jacaré
come seus olhinhos e o
dedão do pé
eu conheço um jacaré
que gosta de comer
escondam suas orelhas
senão o jacaré
come suas orelhas e o
dedão do pé
eu conheço um jacaré
que gosta de comer
esconda sua barriga
senão o jacaré
come sua barrigas e o
dedão do pé
Mais uma sugestão, da editora Studio Nobel

Victor é um menino que ganha de presente um jacaré de verdade.
O jacaré vai, pouco a pouco, entrando na vida do menino e nasce uma história de amizade entre os dois.
Vejam mais: AQUI

Sequência didática
Classificação dos animais
AQUI 

Outras atividades de jacaré




Link para essa postagem


O jacaré Julião>Pequenas leituras>Letra J>17/12/2017



O jacaré Julião
Interpretação de texto
Letra J

Texto
Essa não jacaré

Mais:  AQUI

Vários textos pequenos/primeiras leituras

Atividade-Trava-Línguas-Comadre


Texto O jacaré Julião e ave Arabela
Fonte Pinterest






Link para essa postagem


sábado, dezembro 16, 2017

Música alecrim dourado>Estímulos musicais>Planta medicinal>16/12/2017

Alecrim dourado. Música para crianças
Através desta canção infantil 'Alecrim dourado', a criança aprende uma infinidade de atividades e recebe estímulos em todos os sentidos.
A música e as crianças:- Ensina a criança a cantar e a ter ritmo
- Anima a criança a fazer gestos
- Melhora a forma de falar das crianças
- Aumenta o seu vocabulário
- Apura a sua concentração
- Dá segurança, auto-estima, confiança e apoio emocional à criança
- Aproxima a criança à outras crianças
- Melhora o estudo, especialmente de matemática. A música é matemática.
- Permite à criança a aprender outros idiomas
Alecrim, Alecrim dourado
Que nasceu no campo
Sem ser semeado
Alecrim, Alecrim dourado
Que nasceu no campo
Sem ser semeado
 Foi meu amor 
Que me disse assim
Que a flor do campo é o alecrim
Foi meu amor
Que me disse assim
Que a flor do campo é o alecrim
 Alecrim, Alecrim dourado 
Que nasceu no campo
Sem ser semeado
Alecrim, Alecrim dourado
Que nasceu no campo
Sem ser semeado.

Sequência didática
Plantas medicinais
Texto disparador: Música "Alecrim dourado"

Aula Cantigas tradicionais


Atividades com várias cantigas
Conceitos matemáticos


Projeto Alecrim

ALECRIM O CHÁ MÁGICO.


Quem canta seus males espanta
+ sugestões

 AQUI






Link para essa postagem


Releitura>Moça na janela>Salvador Dali>Dicas pedagógicas>16/12/2017

"(...) A leitura de textos coloca-se como uma ‘janela para o mundo’. Por isso mesmo, é importante que essa janela fique sempre aberta, possibilitando desafios cada vez maiores para a compreensão e decisão do leitor”. A tela Moça na Janela, de Salvador Dali (1926), elucida bem essa questão:"


Nessa tela, temos uma jovem que se debruça diante da janela e observa o mar. 
A janela funciona como símbolo daquilo que se abre a novas possibilidades, permitindo ultrapassar fronteiras. 
O mar e sua imensidão simbolizam ampliar os horizontes. 
Assim, há uma imensidão a ser descoberta. 
A leitura é, portanto, uma janela que nos permite alçarmos voos inimagináveis.
Fonte: Aline P. de Morais e Epaminondas M.Magalhães
Revista Olhares e Trilhas,vol 19/2017
Além de transmitir a sensação de equilíbrio e reflexão, é uma obra  ambígua em seus aspectos reais e irreais. 

A janela é uma abertura que permite a entrada de luz e ventilação em algum ambiente. E porque não a entrada de novos ares?!  

Exatamente nesta obra, a janela representa um novo ângulo de visão que representa a sensibilidade do ser humano às influências externas. Estando a moça a refletir diante da grandeza de um mar através desse portal.
 Uma viagem permitida. Esta viagem parte do consciente para o inconsciente.

No que a mulher poderia estar pensando ao olhar pela janela?
Vejam atividades
Descrição da obra


DICA PEDAGÓGICA PRECIOSA
Leitura literária na escola:Caminhos sempre tortuosos
Aline P.de Morais e Epaminondas M.Magalhães
Deixo o link deste artigo, da revista Olhares e Trilhas, vol 19/2017
Exatamente o que penso: Entregar um livro na mão do aluno e depois fazer a "interpretação", não significa estimular à leitura.


"Em se tratando dos problemas que concernem à leitura na escola, somos levados a refletir sobre as questões metodológicas, pois ainda encontramos um quadro nas escolas, cuja visão de leitura se filia às análises mecanicistas de interpretação de textos, em que as proposições postas aos alunos caminham na contramão do incentivo e da descoberta de novas leituras, pois questionar os alunos sobre: “quem são os personagens?”, “quantos versos tem o poema?”, entre outros aspectos estruturais do texto, não significa realizar um trabalho animador e/ou preciso de leitura. 
Com tais perguntas, o sentido de leitura não se expande, não possibilita ao aluno ultrapassar os casacos que escondem ou dificultam encontrar outro universo."
Pintores para apresentar as crianças



Mais Dali e Surrealismo




Link para essa postagem


sexta-feira, dezembro 15, 2017

Gente tem sobrenome>Música>Toquinho>Sequência didática e afins>15/12/2017


AQUI
Ouçam a música
AQUI
Outra versão
AQUI
E mais essa...

Aula
Eu e meu nome: AQUI
Uso de documentos: AQUI
Cada nome um segredo: AQUI

AQUI e   AQUI

Mais atividades
QUEM QUISER SABER MEU NOME 
DÊ UMA VOLTA NO JARDIM, 
O MEU NOME ESTÁ ESCRITO 
NUMA FOLHA DE JASMIM. 

Um barquinho 
navega,
Nas ondas fortes 
do mar.
Leva com ele as 
letras que meu 
nome irão formar:

AQUI
AQUI
AQUI
AQUI




Resultado de imagem para marcelo marmelo martelo

Marcelo marmelo
Ruth Rocha







Link para essa postagem


quinta-feira, dezembro 14, 2017

Boi da cara preta>Estímulos poéticos>Sequência didática>Higiene>14/12/2017


Sérgio Capparelli formou-se em jornalismo e trabalhou alguns anos na área. Algum tempo depois atuou como professor e publicou livros infanto-juvenis em prosa. Em 1983 foi publicado ''Boi da cara preta'', seu primeiro livro de poesia infantil, pelo qual ganhou o Prêmio de Poesia/Literatura Infantil e Juvenil da Associação Paulista de Críticos de Arte.
 
      Sérgio Capparelli é um dos principais nomes da poesia infantil contemporânea, ''seus versos exploram o humor, o ludismo, os sonhos e as vivências infantis, através da reativação de motivos e recursos da poesia folclórica, tão familiar à infância, do ilogismo e da brincadeira com a sonoridade e o sentido das expressões'', segundo a crítica de Vera Teixeira de Aguiar.

    No livro ''O Boi da Cara preta'' Caparelli faz jogo de palavras assim como em suas outras obras. O autor apresenta situações que mostram às crianças alegrias e aflições. Alguns de seus poemas lembram parlendas e até mesmo cantigas. Encantam-se com o ritmo e as rimas apresentados nos poemas. Um dos poemas do livro "O Boi da Cara preta":
A casa da Dona Rata

Na casa de Dona Rata,

tem uma enorme goteira.

Quando chove, ninguém dorme,

acordado, a noite inteira.
A goteira é tão grande

que molha a sala e a cozinha,
quarto, banheiro, despensa
e mais de vinte ratinhas.
Dona Rata contratou
um ratão para o conserto:

– De que adianta eu subir,
se o telhado não tem jeito?

Não tem jeito, seu Ratão
explique então esse caso.

– Sua casa, dona Rata,
 não tem telha nem telhado.

A poesia de Sérgio trata de um fato que sempre acontece na casa de Dona Rata. Ela imaginava que poderia ser uma grande goteira e com isso quando chovia ninguém dormia na casa de Dona Rata, todos ficavam acordados a noite inteira.
A goteira era tão grande que acabava molhando a casa inteira, todos os cômodos, além das filhas de Dona Rata. Dona Rata contratou alguém para o conserto, um ratão, e ele disse a ela que nem adiantava subir no telhado, pois não havia jeito.
Com isso Dona Rata questiona o ratão para explicar tudo direito, e ele diz que a casa de Dona Rata não tem telha nem telhado.
Assim, entendemos o porque a casa de Dona Rata molha inteira quando chove, pois não existe nada, nem goteira, nem telha, nem telhado, nada que possa proteger a casa da Dona Rata.
Fonte

Mais poemas:  AQUI e  AQUI  e  AQUI

Sequência didática
Saneamento básico,higiene e animais invasores
Pois é… Esses seres aterrorizantes da natureza são conhecidos como animais invasores. Isso porque eles “invadem” nossas casas em busca de alimentos. Mas… por que isso acontece??? Bom, antes que você ache que as baratas são um tipo de “castigo dos deuses”, vem conferir essa sequência, que pode ser usada no ciclo I do Ensino Fundamental.
Tema: Saúde, saneamento básico e higiene.
Conteúdos Participantes: Ciências, Português, Matemática e Artes.
Texto Norteador: O Rato Roque; Livro Boi da Cara Preta, Sérgio Caparelli, Editora L&PM. 2004. Porto Alegre.
Vejam tudo: AQUI

O rato Roque

Roque, roque

Rói o queijo

roque, roque

Rói a cama

roque, roque

O pé da mesa

roque, roque
Rói o pão
roque, roque
O coração
roque, roque
De Tereza
roque, roque
Rói o tempo
roque, roque
Rói a hora
roque, roque
E o vestido
roque, roque
De Maria
roque, roque
Rói a rua
roque, roque 
Rói o beijo
roque, roque
Rói a lua
roque, roque.

Mais atividades do rato Roque
AQUI

Mais Sérgio Capparelli
AQUI


Recital de poesia/Aula/AQUI

Sequência didática 
Rato  Roque






Link para essa postagem


quarta-feira, dezembro 13, 2017

Pepita a piaba>Estímulos literários>Peixes>Sequência didática>13/12/2017

A história desta pequena piaba nos mostra que certas características nossas que
 não gostamos podem trazer grandes vantagens.
Imagem relacionada

Pepita a piaba
Solange A.Fonseca
   Lá no fundo do rio, vivia Pepita: uma piaba miudinha.
   Mas não gostava de ser assim.
   Ela queria ser grande... bem grandona...
   Tomou pílulas de vitaminas... Fez ginástica de peixe... Mas nada...
   Continuava miudinha.
    O que é isso? Uma rede?
   Uma rede no rio! Os pescadores!
   Ai, ai, ai... Foi um corre-corre... Foi um nada-nada...
   Mas... muitos peixes ficaram presos na rede.
   E Pepita?
   Pepita escapuliu... Ela nadou, nadou pra bem longe dali!

Sequência didática

A piabinha do rio das velhas

Atividade:
Objetivo: estabelecer relações lógico-discursivas presentes no texto, marcadas por conjunções, advérbios, etc.

Pepita a piaba

Lá no fundo do rio, vivia Pepita: uma piaba miudinha.
Mas Pepita não gostava de ser assim.
Ela queria ser grande... Bem grandona...
Tomou pílulas de vitamina... Fez ginástica de peixe... Mas nada...
Continuava miudinha.
O que é isso? Uma rede?
Uma rede no rio! Os pescadores!
Ai, ai, ai... Foi um corre-corre... Foi um nada-nada...
Mas... muitos peixes ficaram presos na rede.
E Pepita?
Pepita escapuliu... Ela nadou, nadou pra bem longe dali!
CONIIJO, Solange A. Fonseca. Pepita a piaba. Coleção Miguilim. São Paulo: Nacional, 2004.

5) No texto “Lá no fundo do rio, vivia Pepita”, a expressão sublinhada dá ideia de:
(a)    Causa
(b)   Explicação
(c)    Lugar
(d)   Tempo

Mais atividades:  AQUI

Interpretando o texto







Link para essa postagem


segunda-feira, dezembro 11, 2017

Boas vindas>Sugestão literária para primeira semana> 11/12/2017




Semana de boas vindas
Sugestão literária para a primeira semana de aula
Vejam as postagens com links, do Linguagem, referentes a sugestão acima
Na minha escola todo mundo é igual
Ziraldo na sala de aula
Resultado de imagem para livro infantil ziraldo na sala de aula atividades
João presta atenção
Rosita Maria...
Me chame pelo nome
Resultado de imagem para livro infantil me chame pelo nome atividades
O livro Me chame pelo nome, da escritora blumenauense Nana Toledo, faz parte da coleção Diga não ao Bullying.
A narrativa do livro traz a história da menina Ana, que começa a perceber que suas amigas ganhavam apelidos por características que possuíam A Ana Júlia, por exemplo, sempre recebia apelidos depreciativos pelo comprimento de suas pernas, e a Ana Paula, era sempre chamada de branquela.
A menina, protagonista da história, passa a intervir nas situações constrangedoras de suas amigas, e ressalta a importância de se chamar as pessoas por seus nomes próprios. Durante a narrativa, também há uma explicação sobre quais são os apelidos criados por pura afetividade, e que os nomes são escolhidos pelos pais e contam a história de cada criança. Fonte
A escolinha do mar
Camila e seus amigos
Camila e os Seus Amigos


Na praia, a Camila conhece quatro novos amigos, todos irmãos: um é branco como a Camila, mas dois são negros e um outro é asiático. Apesar disso, todos são filhos de um casal de raça branca! Camila fica espantada e interroga a mãe sobre o assunto, pedindo-lhe para ter um bebé negro e outro “de olhos esticados”. No final, acaba por perceber que os seus amigos eram órfãos e tinham sido adotados.

Atividades volta às aulas
AQUI
Sugestões cartões boas vindas
AQUI


Aula
Todo mundo tem um nome
AQUI
Camila e a volta às aulas
AQUI
Nome sobrenome,apelido
AQUI





Link para essa postagem


domingo, dezembro 10, 2017

Bibi vai para a escola 2>Espaços da minha escola>Aulas>Reflexão e Afins> 10/12/2017

"O ambiente escolar - como um espaço público no qual grande parte de nossas crianças e jovens passam seu tempo - é um dos lugares que permitem exercitar tal convívio.
 A estrutura física da escola, assim como sua organização, manutenção e segurança, revela muito sobre a vida que ali se desenvolve. "

Conhecendo minha escola
         Objetivos:
        Conhecer o espaço físico da escola;
  • Relacionar as atividades escolares aos ambientes e
  •  perceber-se como parte integrante do todo escolar.
  • Conteúdos:
  • Localização espacial
  • A escola
  • Relações sociais de trabalho e amizade
  • Material utilizado:
  • Folhas de papel madeira (pardo), lápis de cor, giz de cera e
  •  hidrocor.
  • 1ª etapa:
  • 1- Converse com sua turma sobre a escola: se eles gostam da 
  • escola, qual é o lugar da escola que mais gostam, se acham a 
  • escola grande, entre outras características.
  • 2- Leve sua turma para passear pela escola.
  •  É importante que isso seja avisado antes aos funcionários
  •  e professores .
  • 2ª etapa:
  • 1- Divida a turma em pequenos grupos e peça para 
  • que ilustrem um dos ambientes da escola e as pessoas 
  • que lá trabalham e estudam. 
  • Peça para que eles também desenhem a si próprios nesses 
  • ambientes.
  • 2- Organize uma exposição com os trabalhos 
  • feitos pelos alunos ressaltando a escola como espaço
  •  de convivência e aprendizado.  Fonte
  • Aula:Espaços da minha escola
  • AQUI
  • O pátio da escola:Espaço de socialização
  • AQUI
  • Projeto Minha escola ontem,minha escola hoje:
  • Reconhecer as mudanças ocorridas na estrutura da escola. 
  • Conhecer a História da Escola. 
  • Compreender a importância de respeitar uns aos outros. 
  • Conhecer a paisagem local. 
  • Reconhecer no seu cotidiano, as referências de localização, 
  • orientação e distância de modo a deslocar-se com autonomia.
  • AQUI
  • Reflexão sobre a escola
  • Planos de aulas
  • Objetivos:
  • – Refletir sobre as suas experiências de aprendizagem e 
  • identificar o que a escola deveria ter para promover um
  •  aprendizado conectado com os seus interesses;
  • – Elaborar uma proposta de criação de uma escola e 
  • argumentar sobre ela;
  • – Trabalhar em grupo e argumentar com os pares.
  • AQUI
  • Vejam no link abaixo sugestões de atividades sobre escola
  • ( tem primeiro sobre identidade e família)
  • AQUI
Mais estímulos literários tema escola
AQUI

Bibi vai para a escola 1:  AQUI






Projeto Comecinho







Link para essa postagem


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Mais sugestões...

2leep.com
 
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios