BlogBlogs.Com.Br

CATIVA-ME

Glitter Photos

ESCREVAM-ME!

PROFESSORAS VISITANTES
FICO HONRADA COM O SUCESSO DO LINGUAGEM.
E GRAÇAS A VOCÊS!
SERIA MUITO BOM RECEBER PALAVRINHAS... QUEM SABE UMA SUGESTÃO,DEPOIMENTOS,ETC.
EMAIL ABAIXO:
krika.56@gmail.com

Colaboração e Direitos

Colaboração e Direitos Autorais
Olá amiga(o) blogueira (o),
Fui professora dos projetos "Estímulo À Leitura",
"Tempo Integral" e a favor da leitura lúdica,
afinal, quer momento mais marcante que a fantasia da vida?
Portanto,será um prazer receber sua visita em mais um blog destinado a educação.
Nele pretendo postar comentários e apreciações de materiais didáticos de Língua Portuguesa, além de outros assuntos pertinentes , experiências em sala de aula, enfocando a interdisciplinaridade e tudo que for de bom para nossos alunos .
Se você leu ,experimentou, constatou a praticidade de algum material e deseja compartilhar comigo,
esteja à vontade para entrar em contato.
Terei satisfação em divulgar juntamente com seu blog ,ou se você não tiver um, este espaço estará disponível dentro de seu contexto.
Naturalmente,assim estaremos contribuindo com as(os) colegas que vêm em busca de sugestões práticas.
Estarei atenta quanto aos direitos autorais e se por ventura falhar em algo,por favor me avise para que eu repare os devidos créditos.
Caso queira levar alguma publicação para seu blog,não se
esqueça de citar o "Linguagem" como fonte.
Você, blogueira sabe tanto quanto eu ,que é uma satisfação ver o "nosso cantinho" sendo útil e nada mais marcante que
receber um elogio...
Venha conferir,
seja bem- vinda(o)
e que Deus nos abençoe.
Krika.
30/06/2009

VejaBlog - Seleção dos Melhores Blogs/Sites do Brasil

LINGUAGEM FOI SELECIONADO EM JANEIRO/2011.
OBRIGADA!

Daisypath Anniversary tickers

Daisypath Anniversary tickers

Linguagem social...

Glitter Photos

Comemoração

Glitter Photos
OBRIGADA!
VOLTEM SEMPRE!

sexta-feira, fevereiro 26, 2010


Expectativas de aprendizagem em Língua Portuguesa

Revista Nova Escola Edição Especial número 29/2010

Formar alunos capazes de usar adequadamente a língua materna, em suas modalidades escrita e oral, e refletir criticamente sobre o que leem e escrevem. Esses são os objetivos das aulas de Língua Portuguesa do 6º ao 9º ano. Saber argumentar, fazer relações entre os textos lidos e ter uma atitude crítica perante as informações são habilidades fundamentais para os jovens.

Expectativas de aprendizagem
Ao fim do 5º ano, é importante que o aluno saiba:

- Compartilhar a escolha de obras literárias, a leitura, a escuta, os comentários e os efeitos das obras lidas com colegas.

- Usar o conhecimento que tem sobre os autores para interpretar o texto.

- Perceber no texto lido a relação entre propósito e gênero de que faz parte.

- Planejar o texto antes e enquanto está escrevendo, levando em consideração o propósito, o destinatário e a posição do enunciador.

- Consultar outros materiais de leitura que colaborem para a elaboração do texto. Revisar a própria produção enquanto escreve, refazendo diversas versões para elaborar um texto bem escrito e tomando decisões sobre a apresentação final dele.

- Buscar e selecionar informações, reunindo material sobre um tema, decidindo que textos serão escolhidos e registrando por escrito aspectos importantes encontrados.

- Aprofundar e reorganizar o conhecimento, fazendo resumos com as ideias principais do texto lido e relacionando as informações lidas com o propósito estabelecido.

- Elaborar textos escritos para explicitar o que aprendeu e preparar exposições orais.

- Narrar oralmente fatos do cotidiano, compartilhando opiniões e debatendo temas polêmicos.

- Informar-se sobre notícias divulgadas em jornais e revistas e prestar atenção em como a publicidade comporta-se, refletindo, identificando o destinatário e discutindo sobre o que vê.

Ao fim do 9º ano:

- Ler individualmente e em grupo, conhecendo os clássicos e identificar recursos linguísticos, procedimentos e estratégias discursivos para relacioná-los com seu gênero.

- Fazer parte de situações sociais de leitura, como as discussões sobre obras lidas e a indicação das apreciadas.

- Escrever breves ensaios sobre obras literárias, expressar seus pontos de vista frente ao texto e levantar argumentos.

- Aprofundar-se sobre determinado autor, lendo suas obras, confrontando as com interpretações, consultando textos sobre a vida e a produção dele, e explorar o estilo e os temas mais abordados por ele.

- Buscar informações, selecionando estratégias de leitura conforme os propósitos específicos.

- Complementar textos com informações provenientes de outras produções escritas, usando estratégias próprias de cada gênero.

- Organizar debates sobre temas de interesse geral e participar dele registrando dados de várias fontes.
Fonte: Diseño Curricular de La Educación Secundaria da província de Buenos Aires, Argentina

Retirei estas informações da revista impressa:

Cláudio Bazzoni,assessor de Língua Portuguesa da prefeitura de São Paulo:
“ A linguagem é uso e interação entre sujeitos que fazem parte de um determinado contexto histórico e social.”
Propor situações didáticas que garantam, de maneira contínua, a abordagem de gêneros diversos – selecionados em função de temas de estudo e com grau de dificuldade crescente. As atividades de produção de textos devem ser permanentes.
Atividades de oralidade,destacando a escuta de textos do gênero marcados por maior formalidade,como seminários, relatos de experiências, entrevistas e debates.

Exemplo:(Prof Maria Sueli Gonçalves )
“ Tudo começa em sala de aula,com a apresentação de textos de autores e gêneros variados.Depois, os alunos podem aprofundar a leitura em reuniões semanais, assumindo a cadeira de um escritor específico.”
O gênero oral é praticado nos momentos em que cada estudante organiza seminários sobre a biografia e os textos do autor representado.

Situações didáticas essenciais:

1- Leitura de gêneros de diversas esferas discursivas:
Ler e analisar a maior diversidade de gêneros literários, com a maior frequência possível, ao longo de todo o ano. Com isto o aluno aprenderá a interagir com os textos que circulam no mundo,criando expectativas em função daquilo que vai ler e desenvolver diferentes comportamentos diante de diferentes gêneros textuais.

Como propor: Servindo de modelo como leitor e orientando os alunos a rastrear pistas linguísticas para relacioná-las com idéias e informações que já possuem e a perceber que cada objetivo de leitura solicita um procedimento.

2- Leitura em profundidade e procedimento de estudo:
Ler textos para estudar e para interagir com idéias de outras pessoas e se apropriar delas para elaborar seu próprio discurso, nos momentos de aprendizagem de pesquisas, de um conteúdo específico. Com isto o aluno prenderá a fazer resumos e fichamentos, identificar o tema dos textos, diferenciar as ideias principais das secundárias e estabelecer relações entre argumentos trazidos pelo autor, indo além do conteúdo estudado.

Como propor: Discutindo com a turma critérios para descartar ponto não essenciais do texto analisado, explicando como é a estrutura de um texto e mostrando possibilidades de dividi-lo em grupos de blocos significativos.

3-Reflexão sobre os padrões de escrita:
Planejar situações didáticas que promovam um ensino reflexivo a respeito de conteúdos como ortografia,concordância, regência verbal, segmentação do texto em palavras e frases,pontuação, entre outros, ajustados às necessidades de aprendizagem dos alunos,propondo em sequências didáticas específicas e nas práticas de escrita incluídas nos projetos didáticos.O aluno aprenderá as regularidades e irregularidades ortográficas,pontuar, identificar marcas de coesão referencial e seqüencial e transitar da fala à escrita.

Como propor: Por meio de sequências didáticas com base em uma sondagem feita especialmente para verificar o domínio dos padrões de escrita pelos alunos, de atividades que explorem as regularidades ortográficas e da leitura de textos especialmente selecionados para trabalhar tempos verbais, pontuação, concordância e regência, entre outros aspectos.

Quando usar projetos, atividades permanentes e sequências didáticas

Projetos:
Além de oferecer, como já assinalamos, contextos nos quais a leitura ganha sentido e aparece como uma atividade complexa cujos diversos aspectos se articulam ao se orientar para a realização de um propósito – permitem uma organização muito flexível do tempo: segundo o objetivo que se persiga, um projeto pode ocupar somente uns dias, ou se desenvolver ao longo de vários meses. Os projetos de longa duração proporcionam a oportunidade de compartilhar com os alunos o planejamento da tarefa e sua distribuição no tempo: uma vez fixada a data em que o produto final deve estar elaborado, é possível discutir um cronograma retroativo e definir as etapas que será necessário percorrer, as responsabilidades que cada grupo deverá assumir e as datas que deverão ser respeitadas para se alcançar o combinado no prazo previsto. Por outro lado, a sucessão de projetos diferentes – em cada ano letivo e, em geral, no curso da escolaridade – torna possível voltar a trabalhar sobre a leitura de diferentes pontos de vista, para cumprir diferentes propósitos e em relação a diferentes tipos de texto.

Atividades permanentes:
Atividades que se reiteram de forma sistemática e previsível uma vez por semana ou por quinzena, durante vários meses ou ao longo de todo o ano escolar, oferecem a oportunidade de interagir intensamente com um gênero determinado em cada ano da escolaridade e são particularmente apropriadas para comunicar certos aspectos do comportamento leitor. (...) As atividades habituais (ou permanentes) também são adequadas para cumprir outro objetivo didático: o de favorecer a aproximação das crianças a textos que não abordariam por si mesmas por causa da sua extensão. Ler cada semana um capítulo de um romance é uma atividade que costuma ser frutífera nesse sentido. A leitura é compartilhada: a professora e os alunos lêem alternadamente em voz alta; escolhe-se um romance de aventuras ou de suspense que possa captar o interesse das crianças e se interrompe a leitura em pontos estratégicos, para criar expectativa.

Sequências didáticas:
As sequências de atividades estão direcionadas para se ler com as crianças diferentes exemplares de um mesmo gênero ou subgênero (poemas, contos de aventura, contos fantásticos...), diferentes obras de um mesmo autor ou diferentes textos sobre um mesmo tema. Ao contrário dos projetos, que se orientam para a elaboração de um produto tangível, as sequências incluem situações de leitura cujo único propósito explícito – compartilhado com as crianças – é ler.

Trechos do livro Ler e Escrever na Escola: o Real, o Possível e o Necessário, Délia Lerner, 128 págs., Ed. Artmed, tel. 0800-703-3444, 36 reais.

4-Uso de diversos gêneros orais:
Dominar os gêneros mais formais que apóiam a aprendizagem da Língua Portuguesa e das outras áreas,como seminários, relatos de experiências, entrevistas,debates e palestras.O aluno aprenderá a construir progressivamente modelos apropriados do uso da linguagem oral em diferentes circunstâncias e a participar de debates,entrevistas,palestras e saraus.Propor durante as sequências didáticas planejadas com esse objetivo.

Como propor:Por meio do acesso de DVDs e vídeos a exemplos de textos orais dos gêneros previstos para análise e reflexão e da participação em debates regrados,apresentações de painéis e seminários.

5-Produção,revisão e edição de textos:
Procedimentos que permitem ao aluno escrever textos de gêneros diversos com intenção comunicativa.Durante projetos didáticos semestrais e outras situações de produção textual.O aluno aprenderá a cortar passagens reduntantes e marcas da língua falada, a acrescentar informações ou falas de personagens para diminuir as lacunas do texto, a substituir termos por outros mais precisos, a inverter frases ou parágrafos para buscar melhor ordem para as idéias e a revisar e diagramar o próprio texto.

Como propor:Com atividades de edição que exija cortar,acrescentar e inverter trechos ou passar textos como depoimentos espontâneos e entrevistas da linguagem oral para a escrita.


                       


Link para essa postagem


domingo, fevereiro 21, 2010

Nova Escola e a Copa na África 21/02/10


Em junho de 2010 começa a Copa do Mundo na África do Sul. Aproveite o maior evento de futebol do planeta para tratar não apenas do esporte, uma das grandes paixões brasileiras, mas também das nossas raízes culturais africanas e do respeito à diversidade.

http://revistaescola.abril.com.br/copa-do-mundo-africa-do-sul/



Link para essa postagem


sábado, fevereiro 20, 2010

Recomendo - Histórias Bíblicas - 20/02/2010

o,
Vi,li,gostei e recomendo a revista do professor Sassá.
Trata-se de uma edição especial, da Editora Minuano.
São várias passagens bíblicas, em historinhas lúdicas, com sugestões para reciclagem, usando materiais diversos, com moldes. Teatro, gigantes de sucatas, boneco de pano,etc...
Abordagem rica de temas transversais para aplicarmos com nossos alunos.
A linguagem é infantil, para os anos iniciais,mas nada impede de fazermos alguma adaptação para os maiores.



Link para essa postagem


quinta-feira, fevereiro 18, 2010

Projeto Recicriar- 18/02/10

Pintura patina
Mais artesanato com garrafas...

Segui os passos deste site e fiz a pintura acima, original, como no modelo...
http://www.sonholilas.com.br/2010/02/10/video-pintura-patina-dourada-em-vaso/
Depois fui testar na garrafa de cerveja.
Lembram?
Estamos dando uma sobrevida para garrafinhas que íam para o lixo ou serem recicladas,transformando-as em vidro novamente,porém,antes disso,eis aqui uma ideia bonita de artesanato.
Vamos aos passos:
Fiz duas sugestões. A primeira utilizei a massa corrida ou massa para textura. Deixei secar. Passei betume com um pincel de leve.Deixei secar. Passei gliter relevo, (cola colorida)da Acrilex, cor ouro. O enfeite é uma sobra do natal.


A segunda opção,(gostei mais) eu usei a garrafa Skol. Ela é "tortinha", e  tem escrito em autorelevo a palavra Skol.Portanto precisava de algo para esconder a marca.
Optei pelo filtro de café usado.Colei dois pedaços rasgados dos lados,vejam na foto do meio.
Depois de colar, no restante da garrafa passei primer da Acrilex. Deixei secar. Passei betume levemente com um pincel.Após a secagem ,uma camada de gliter ouro da Acrilex e o enfeite sobra do natal.Estes detalhes pequenos de super colagem eu utilizo a super bonder precisão( líquida).
Também fiz esta técnica com plástico e fico perfeita.
Pensei nas embalagens plásticas redondas de margarinas ou similares para fazermos cachepol. Que tal tentarem e me contarem o resultado?



Link para essa postagem


Mimos! Oba! 18/02/10


Obrigada Aninha!
Obrigada Sandra!


Link para essa postagem


quarta-feira, fevereiro 17, 2010

Número 100 dos seguidores - 17/02/10

100 seguidores!
Muito bom!
Obrigada, Sandra pelos mimos!






Link para essa postagem


Ficha de Acompanhamento - PROETI - 17/02/10


Ficha de Acompanhamento
Sugestão de Linguagem e Afins

Colegas, elaborei esta ficha para facilitar conversas com os pais, prestar informações para os profesores do ensino regular,supervisão,direção.
Sua finalidade é manter registros pertinentes da vida escolar do aluno, por bimestre, adiantando assim futuros gráficos e avaliações de final de ano.
Tirei ideias da avaliação solicitada pela SREI, em 2009,somando ítens para os conselhos de classe e também registros da caderneta de notas dos professores do ensino regular.
Para que ela tenha efeito positivo será necessário anotar frequentemente as alterações da vida escolar dos alunos.
Elas poderão ser arquivadas em pastas individuais ,mantendo assim uma prestação de serviços mais eficiente e adequada de cada aluno que passar pelo tempo integral, afinal tudo deve ser registrado, pois "palavras o vento leva",correto?
Infelizmente não ficou nítida na publicação aqui no blog,portanto,se quiserem o modelo original poderei enviar por email, bastam  solicitarem ok?
Ou então criem as suas e não se esqueçam de compartilharem comigo.





Link para essa postagem


terça-feira, fevereiro 16, 2010

Bola da Copa 2010 16/02/10


Que tal a Jabulani?
Leitura Informativa

Bola da Copa do Mundo 2010

Não bastou as belíssimas atrações artísticas que tiveram na abertura do sorteio dos grupos para a Copa, os africanos surpreenderam novamamente, lançando uma bola comemorativa, que será usada  em todas as partidas.
Esteticamente a bola comemorativa é muito apresentável, com onze cores e quatro triângulos, ambos possuindo específicos significados: as onze cores representando os onze idiomas falados na África do Sul e os triâgulos, que se destacam no fundo branco, as diversidades étnicas do país.
Além do design e sua tecnologia aprovada por Kaká, que testou-a, ela vem nomeada de Jabulani, que no dialeto Zulu significa “para comemorar”.
 


Link para essa postagem


Conhecendo a África - 16/02/10

Conhecendo a África do Sul
Leitura informativa

Que a Copa do Mundo de 2010 será sediada pela África do Sul, todos já sabemos. Mas esse país ainda é muito desconhecido por muitos de nós.
Por isso, a gente do Copa na África 2010, resolveu mostrar um pouco da cultura, costumes e curiosidades dessa nação quem em menos de 3 anos será o centro das atenções de todo o Mundo.

Onde fica a África do Sul?
A África do Sul se localiza no extremo sul do continente africano, onde os oceanos Atlântico e Índicos se encontram.

Como é a África do Sul?
Ao contrário do que muitos possam imaginar, a África do Sul tem cidades com estradas, energia elétrica, edifícios, congestionamentos e muitas outras características de um país de primeiro mundo. É a nação mais avançada da África, e também a base da sua economia.
Para se ter uma idéia, 2/3 da eletricidade da África, é gerada na África do Sul. 40% dos telefones do continente, também se encontram no país. E 20% do ouro do mundo e 77% da platina, são extraídos de lá.

Há leões pelas Ruas?
Também diferente do que muitos podem pensar, a resposta é não. Para poder ver leões, elefantes, zebras, rinocerontes e outros animais, você pode visitar parques e áreas de vida selvagem que existe pelo país, como o imenso e magnífico Parque Nacional Kruger.

Qual o Idioma falado na África do Sul?
Na África do Sul é falado o Inglês, que é a língua usada nas cidades, no comércio, nos bancos sul-africanos, na política, nos símbolos de trânsito e nos documentos oficiais sul-africanos, o Africâner, derivado do holandês e também várias línguas nativas, tais como o Zulu, o Xhosa e o Tsonga.

Como chegar a África do Sul
A maneira mais apropriada para chegar a África do Sul é de avião. O país conta com dez aeroportos internacionais, operados pela Companhia de Aeroportos da AS, distruibuídos por algumas das suas principais cidades. Ao ano, são registrados uma média de 200mil vôos que levam cerca de 23milhões de passageiros.

Como chegar de uma Cidade Sede a outra?
Todas as Cidades Sedes são ligadas por rotas aéreas e ferroviárias. A África do Sul conta também com companhias de ônibus de turismo de primeira classe, proporcionando um transporte muito confortável em suas viagens. Outra ótima alternativa seria alugar um carro ou motocicleta, pois o país conta com uma excelente infraestrutura rodoviária.

Qual é a moeda corrente da África do Sul?
A unidade monetária sul-Africana é o rand - que vale aproximadamente 0,7 centavos de dólar(ver conversor de moedas). O rand é dividido em 100 centavos. Existem moedas de 5c, 10c, 20c, 50c, R1, R2 e R5 e notas de R10, R20, R50, R100 and R200. Devido a favorável taxa de câmbio entre a moeda sul-africana e a de muitos outros países, a África do Sul se torna um destino muito barato para se fazer turismo.

Falaremos dessa vez algumas curiosidades sobre a culinária na África do Sul:

O que não tem na África do Sul?
Na África do Sul tem de tudo, desde frutos do mar, carne de caça, frango e até mesmo os fast-food’s famosos, como Mc Donald’s. Lá, a carne bovina é cara, portanto não pode ser encontrada com tanta facilidade, porém não deixa de ser uma opção.

O que mais tem na África do Sul?
O tempero Curry é o mais utilizado nos alimentos, é uma mistura de açafrão-da-índia (curcuma), cardamomo, coriandro, gengibre, cominho, casca de noz-moscada, cravinho, pimenta e canela e tem um sabor picante, assim como a pimenta.

O que vou comer na África do Sul?
Com certeza alguém que vai à África do Sul vai experimentar a “Papa”.
O principal acompanhamento da região é feito de farinha de milho e água, possui uma forma consistente e acompanha tudo, desde macarrão até frango.
A “Papa” possui um alto valor nutricional e baixo custo, o que ajuda para que os nativos tenham um porte físico bem desenvolvido .

E a comida típica?
A África do Sul é um país de diversas origens, culturas, línguas e credos e sua culinária não poderia ser diferente: variada, exótica e muito saborosa.
Os mais corajosos podem experimentar desde um lombo de jacaré, até cabeças de carneiros e larvas de insetos fritas. Para os mais conservadores, há uma variedade de comidas nativas como carne salgada, torda de carne com batatas e língüiças feitas a mão, grelhadas diretamento ao fogo.
Você pode encontrar também pelas ruas, muitos restaurantes de diversas nacionalidades, como italinos, marroquinos, franceses e muitos outros.

E pra beber, o que tem?
Vinhos! Os vinhos da África do Sul são de alta qualidade e possuem reconhecimento internacional. Não se pode deixar de experimentar o Pinotage, um dos mais procurados da região.
Outra opção é a Amarula, um licor feito da Marula, uma fruta sul-africana. A Amarula é reconhecida mundialmente, assim como os vinhos da região.

E se eu não gostar da comida de lá?
Como resultado da proximidade com a Europa, além da colonização diversificada, a culinária africana mistura aspectos de diferentes países, ou seja, a variedade por lá é grande, desde comidas portuguesas até os lanches de frango, encontrados nos fast-food’s em toda esquina.

Fuso Horário
A África do Sul está a 2 horas adiantada em relação ao Meridiano de Greenwich, logo, está 5 horas a frente do Brasil. Quando é 12 horas no Brasil, já são 5 horas na África do Sul.

Quanto tempo leva para chegar
Uma viagem saindo de São Paulo, e chegando em Johanerburgo, que tem o maior aeroporto da África do Sul, demora aproximadamente 8 horas de avião.

Passaportes e vistos
Não é necessário ter visto para os brasileiros entrarem na África do Sul, sendo o certificado Internacional de Vacinação contra a febre amarela e uma página inteira de passaporte em branco, para o selo de entrada do país, o suficiente.

Gorjeta pelos serviços
Nos restaurantes sul-africanos não é cobrado taxa por serviços, mas é de costume deixar um valor de 10 a 15% do total pago, como gorjeta para o garçom. Um costume também apreciado por lá, é deixar algumas moedas para funcionários de postos e estacionamentos.

Taxas
Na maioria das compras feitas na África do Sul, é cobrado um imposto de valor agregado, o VAT. Os turistas estrangeiros podem ser reembolsados desse imposto se apresentar os recibos da compra e as mercadorias no aeroporto, no dia da volta da viagem, desde que o valor total da compra ultrapasse os R$250,00.

Para dirigir
Somente visitantes portadores de uma carteira internacional de habilitação podem dirigir na África do Sul. A violação da lei acarreta em multas e interrupção da viagem. Outro item obrigatório é o uso do cinto de segurança.

Água e alimentação
Como dito acima, o tratamento de água da África do Sul está entre as melhores do mundo, e a água de torneira pode ser bebida sem preocupação pois está livre de microorganismos prejudiciais. A higienização em restaurantes e hotéis é de auto nível, e você poderá comer tranqüilamente frutas e saladas frescas, sem precisar se preocupar com contaminações.

Malária
Um programa extensivo de prevenção da malári desenvolvido pelo governo vem contribuindo para a diminuição do número de casos de malárao no país. Medidas como o uso de repelentes e de mosquiteiros são essenciais se protejer contra o mosquito transmissor. O risco de contrair a doença é maior nos meses de temperaturas quentes, ao anoitecer e amanhecer, mas recomenda-se que a prevenção seja mantida durante todo o ano. Hoje em dia a incidência da doença no local é muito pequena.

Vacina obrigatória
Ao chegar na África do Sul, estrangeiros que vêm de regiões com incidência de febre amarela devem mostrar um certificado válido de vacinação contra a doença. Essa regra não se aplica a crianças com menos de um ano de idade.

Cuidados médicos e hospitalares
Mais uma vez a África do Sul se destaca entre as melhores do mundo, quando o assunto é especialidade médica. Em todo mundo, há requisição de médicos treinados no país. Tanto hospitais públicos quanto privados espalhados pela nação oferecem serviços de ótimas qualidades, lembrando que para hospitais privados é necessário ter um seguro médico que cubra suas despesas.




Link para essa postagem


Música da copa 2010 16/02/10


Leitura Informativa
Música Oficial da Copa 2010
Wavin Flag

A CBC noticiou que a música “Wavin’ Flag“, do cantor de Hip-Hop, K’Naan, é a canção oficial da turnê do troféu Copa do Mundo da África do Sul, ou seja, o tema da Copa desse ano.
Wavin’ Flag: The Mix Celebration é um remix da faixa original do terceiro álbum de K’Naan, Troubadour, lançado no início de 2009. Ele nasceu em Keinan Abdi Warsame na Somália em 1978, depois foi para os Estados Unidos e então se mudou para Toronto onde foi naturalizado canadense. Seu nome, K’naan, significa “viajante” na língua somali.
Vale citar que esse ritmo já é bastante conhecido nos comerciais da Coca-Cola (motivo pelo qual demorei um pouco para acreditar nessa história) , resta agora esperar pela versão oficial, já que sempre existe o hábito de se modificar “um pouco” as músicas escolhidas para que se “encaixem perfeitamente ao evento”.
Give me freedom, give me firer
Give me reason, take me higher
See the champions take the field now
You define us make us feel proud
In the streets are, as a lifting,
As we lose our inhibition
Celebration is around us, every nations all around us
Singing forever young, singing songs underneath the sun
Let’s rejoice in the beautiful game
And together at the end of the day
We all say
When I get older I will be stronger
They’ll call me freedom just like the a waving flag (2x)
And then it goes back (4x)
Ohhhooohoooohooo woooohooo ohooohooohooo (2x)
Give you freedom, give you fire
Give you reason, take you higher
See the champions, take the field now
You define us, make us feel proud
In the streets are, as a lifting,
As we lose our inhibition,
Celebration is around us, every nations all around us
Singing forever young, singing songs underneath that sun
Let’s rejoice in the beautiful game.
And together at the end of the day.
We all say
When I get older I will be stronger
They’ll call me freedom just like the a waving flag (2x)
And then it goes back (4x)
Ohhhooohoooohooo woooohooo ohooohooohooo (2x)
We all say
When I get older I will be stronger
They’ll call me freedom just like the a waving flag (2x)
And then it goes back (4x)
Ohhhooohoooohooo woooohooo ohooohooohooo
And everybody will be singing it
Ohhhooohoooohooo woooohooo ohooohooohooo
And we all will be singing it
Tradução:
Me dê liberdade, me dê fogo,
Me dê razão, me leve mais alto
Olhe os campeões conquistarem o campo agora,
Você nos define, nos faz sentir orgulhosos
Nas ruas estão, exaltados,
Enquanto nós perdemos nossa inibição
A celebração está em torno de nós, todas as nações, em torno de nós
Cantando “Forever Young”, cantando músicas sob o sol
Vamos nos alegrar no lindo jogo
E juntos no fim do dia
Nós todos dizemos
Quando eu ficar mais velho, ficarei mais forte
Eles me chamarão de liberdade como uma bandeira ao vento (2x)
E então isso voltará (4x)
Ohhhooohoooohooo woooohooo ohooohooohooo (2x)
Te dar liberdade, te dar fogo,
Te dar razão, te levar mais alto
Olhe os campeões conquistarem o campo agora,
Você nos define, nos faz sentir orgulhosos
Nas ruas estão, exaltados,
Enquanto nós perdemos nossa inibição
A celebração está em torno de nós, todas as nações, em torno de nós
Cantando “Forever Young”, cantando músicas sob o sol
Vamos nos alegrar no lindo jogo
E juntos no fim do dia
Nós todos dizemos
Quando eu ficar mais velho, ficarei mais forte
Me chamarão de liberdade como uma bandeira ao vento (2x)
E então isso voltará (4x)
Ohhhooohoooohooo woooohooo ohooohooohooo (2x)
Nós todos dizemos
Quando eu ficar mais velho, ficarei mais forte
Me chamarão de liberdade como uma bandeira ao vento (2x)
E então isso voltará (4x)
Ohhhooohoooohooo woooohooo ohooohooohooo
E todos cantarão
Ohhhooohoooohooo woooohooo ohooohooohooo
E todos nós cantaremos



Link para essa postagem


domingo, fevereiro 14, 2010

Origem da copa do mundo - 14/02/10

Colegas, não sou fanática por futebol,mas tenho certeza que a garotada é.
Ainda mais copa do mundo!
Como todos sabem,esta copa será realizada na Africa do Sul.
Portanto, teremos muito assunto interdiciplinar para levarmos até nossa sala de aula.
África, diversidade afro brasileira, consciência negra e tantos outros temas devem ser abordados, aproveitando as atividades e festividades do futebol.
Vejam esta leitura e interpretação que encontrei no blog: http://professoraheloisaedfisica.blogspot.com/2010/01/copa-do-mundo-2010.html

Heloisa postou algumas informações de uma revista pedagógica ( não informou o nome),interessante também,vejam lá no blog dela:
http://professoraheloisaedfisica.blogspot.com/2010/01/copa-do-mundo.html
Leitura Informativa
Origem da Copa do mundo
De quatro em quatro anos, seleções de futebol de diversos países do mundo se reúnem para disputar a Copa do Mundo de Futebol.
A competição foi criada pelo francês Jules Rimet, em 1928, após ter assumido o comando da instituição mais importante do futebol mundial: a FIFA ( Federation International Football Association).
A primeira edição da Copa do Mundo foi realizada no Uruguai em 1930. Contou com a participação de apenas 16 seleções, que foram convidadas pela FIFA, sem disputa de eliminatórias, como acontece atualmente. A seleção uruguaia sagrou-se campeã e pôde ficar, por quatro anos, com a taça Jules Rimet.
Nas duas copas seguintes (1934 e 1938) a Itália ficou com o título. Porém, entre os anos de 1942 e 1946, a competição foi suspensa em função da eclosão da Segunda Guerra Mundial.
Em 1950, o Brasil foi escolhido para sediar a Copa do Mundo. Os brasileiros ficaram entusiasmados e confiantes no título. Com uma ótima equipe, o Brasil chegou à final contra o Uruguai. A final, realizada no recém construído Maracanã (Rio de Janeiro - RJ) teve a presença de aproximadamente 200 mil espectadores. Um simples empate daria o título ao Brasil, porém a celeste olímpica uruguaia conseguiu o que parecia impossível: venceu o Brasil por 2 a 1 e tornou-se campeã. O Maracanã se calou e o choro tomou conta do país do futebol.
O Brasil sentiria o gosto de erguer a taça pela primeira vez em 1958, na copa disputada na Suécia. Neste ano, apareceu para o mundo, jogando pela seleção brasileira, aquele que seria considerado o melhor jogador de futebol de todos os tempos: Edson Arantes do Nascimento, o Pelé.
Quatro anos após a conquista na Suécia, o Brasil voltou a provar o gostinho do título. Em 1962, no Chile, a seleção brasileira conquistou pela segunda vez a taça.
Em 1970, no México, com uma equipe formada por excelentes jogadores ( Pelé, Tostão, Rivelino, Carlos Alberto Torres entre outros), o Brasil tornou-se pela terceira vez campeão do mundo ao vencer a Itália por 4 a 1. Ao tornar-se tricampeão, o Brasil ganhou o direito de ficar em definitivo com a posse da taça Jules Rimet.
Após o título de 1970, o Brasil entrou num jejum de 24 anos sem título. A conquista voltou a ocorrer em 1994, na Copa do Mundo dos Estados Unidos. Liderada pelo artilheiro Romário, nossa seleção venceu a Itália numa emocionante disputa por pênaltis. Quatro anos depois, o Brasil chegaria novamente a final, porém perderia o título para o pais anfitrião: a França.
Em 2002, na Copa do Mundo do Japão / Coréia do Sul, liderada pelo goleador Ronaldo, o Brasil sagrou-se pentacampeão ao derrotar a seleção da Alemanha por 2 a 0.
Em 2006, foi realizada a Copa do Mundo da Alemanha. A competição retornou para os gramados da Europa. O evento foi muito disputado e repleto de emoções, como sempre foi. A Itália sagrou-se campeã ao derrotar, na final, a França pelo placar de 5 a 3 nos pênaltis. No tempo normal, o jogo terminou empatado em 1 a 1.
Em 2010, pela primeira vez na história, a Copa do Mundo será realizada no continente africano. A África do Sul será a sede do evento.
Em 2014, a Copa do Mundo será realizada no Brasil. O evento retornará ao território brasileiro após 64 anos, pois foi em 1950 que ocorreu a última copa no Brasil.

1 – Responda as questões abaixo.
a) Quem criou a Copa do Mundo? Em que ano isto aconteceu?
b) O que significa a sigla FIFA?
c) Onde e em que ano foi realizada a primeira Copa do Mundo? Quem ficou com a taça de campeã?
d) Em que período a Copa do Mundo foi suspensa? E por que isto ocorreu?
e) Em que ano o Brasil sediou a primeira Copa do Mundo?
f) Em que ano o Brasil ergueu pela primeira vez a taça, em que país ocorreu esta Copa do Mundo?
g) Em que país será realizada a Copa do Mundo de 2.010? E a Copa do Mundo de 2.014?
h) Quais foram os anos em que o Brasil conquistou a taça da Copa do mundo?





Link para essa postagem


sábado, fevereiro 13, 2010

O que é ler? 13/02/10

Retirei daqui porque achei muito interessante! Recomendo!


"Ler as letras de uma página é apenas um dos muitos disfarces da leitura. O astrônomo lendo um mapa de estrelas que não existem mais;
o arquiteto japonês lendo a terra sobre a qual será erguida uma casa, de modo a protegê-la das forças malignas;
o zoólogo lendo os rastros de animais na floresta;
o jogador lendo os gestos do parceiro antes de jogar a carta vencedora;
 a dançarina lendo as notações do coreógrafo e o público lendo os movimentos da dançarina no palco;
o tecelão lendo o desenho intrincado de um tapete sendo tecido;
 o organista lendo várias linhas musicais simultâneas orquestradas na página;
os pais lendo no rosto do bebê sinais de alegria, medo ou admiração;
 o adivinho chinês lendo as marcas antigas na carapaça de uma tartaruga; o amante lendo cegamente o corpo amado à noite, sob os lençóis;
o psiquiatra ajudando os pacientes a ler seus sonhos perturbadores;
o pescador havaiano lendo as correntes do oceano ao mergulhar a mão na água;
o agricultor lendo o tempo no céu – todos eles compartilham com os leitores de livros a arte de decifrar e traduzir signos.” (Manguel, 2006, p.19)
MANGUEL, Alberto. Uma história da leitura. 2ª ed., São Paulo: Cia. das Letras, 2006.



Link para essa postagem


quinta-feira, fevereiro 11, 2010

Agradecimento - 11/02/10

O B R I G A D A !

Fico feliz toda vez que aqui chego e vejo que meu trabalho pedagógico é procurado.
Passei das 10 mil visitas !
Minha festa é esta: que você, colega, venha, leia, goste, divulgue,compartilhe,recomende na sua escola,traga ideias, troque experiências.


Link para essa postagem


Blog Widget by LinkWithin

Mais sugestões...

2leep.com
 
©2007 Elke di Barros Por Templates e Acessorios